Parceiros e Afiliados
RPGs Parceiros
Afiliados em Geral

Corredor

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Corredor

Mensagem por The Holy Death em Sab 30 Ago 2014, 17:04



Corredor

Um largo corredor que dá acesso a escada que vai ao primeiro andar. O corredor possui brechas para o lado de fora do castelo e nele está o quadro das duas bruxas: Sienna e Valquíria. "Sinta a beleza ao amar, sinta suas emoções, morra com suas objeções!"- Canta as bruxas


The Holy Death
avatar
Cargo : NPC


Varinha : Já ouviu falar na Varinha de Sabugueiro? Pois é, eu que criei '-'


Administradores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Sienna D. Q' Bárthory em Dom 14 Set 2014, 22:45





Nostalgia

Mesmo depois de tantos insultos nos momentos de ilusões de Dionísio, lá estava ela, de volta ao perigo, somente para saber como o homem estava, apesar de tudo.
Desta vez não resolveu disfarçar-se, nem ocultar sua forma, aparecer como Sienna, mas se esconderia, seria melhor. Se Dionísio estivesse lúcido poderia desejar mata-la e isso seria terrível no momento, não era isso que ela queria, estava a dias para se casar com Philipp e quem sabe mudar o rumo da história.
Sienna deslizou a capa por sobre o corpo e caminhou sorrateiramente pelo caminho até o castelo, escondia-se sempre que ouvia ruídos e em uma dessas, entrou no escritório do homem, aparentemente vazio e empoeirado, caminhou por entre os móveis admirando todas as fotos que por ali estavam. Uma em especial chamava sua atenção, Dionísio sorria, estava com os gêmeos em seus braços. Lembrava-se deste dia, foi logo assim que as crianças nasceram, mas faltava algo na foto, ela. Tinha sido cortada daquele momento familiar, ele queimou metade da foto onde a mulher estava.
Estendeu a mão e pegou o porta retrato, deslizou a mão sobre o vidro e livrou-se da poeira, fitou o sorriso do homem e os bebes em seus braços e suspirou.




-------------------------------------------------------------
Sienna D. Q' Bárthory
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Dionisio R. Howard em Dom 14 Set 2014, 23:15

I Feel Pretty
Volta
 E as paredes não mentiam nem erravam, era ela. Logo Dionisio abriu os olhos e retirou a mão do cajado e suspirou. Logo passou a mão de forma lenta e cautelosa no peitoral, bagunçando um pouco a manta negra que vestia enquanto pensava no faria.
- Dezenove anos... eu queria tanto acreditar que eram erros!- Disse com a voz trêmula.
Logo pôs a mão no cajado novamente e fez a fenda da sala abrir-se. Logo aparatou.
[...]
A manta bailava entre suas pernas e em passos longos, porém retardados, Dionisio aproximava-se da sala do corredor. Quando avistou a porta do local e virou, entrando no mesmo.
- E então? Gostou da decoração?!- Logo falou rindo e envergou a cabeça de leve para a esquerda- Bom, perdão, mas hoje não estamos abertos a visitas!- Disse abrindo os braços e levando na sua mão direita sua varinha e com um leve movimento com o braço, apontou a varinha em direção a Sienna- Crucio!
Logo a mulher caia ao chão de dor e Dionisio ria silenciosamente.
- Shiu! Não queremos acordar as crianças!- Disse aproximando-se da mulher quando novamente entortou a varinha, "crucio"- Que feio, Sisi! Depois destes anos todos de experiência, ainda aproveitando-se de bêbados e loucos? Crucio!
Agora estava quase em cima da mulher enquanto seus olhos ainda mantinham-se atentos aos da mulher.
- Por que voltou?! Por que me visitar?! POR QUE PROCURAR UM PASSADO QUE VOCÊ RESOLVEU DELETAR DA SUA VIDA?! CRUCIO!- Gritou e um jorro vermelho ainda mais forte foi lançado da ponta da varinha de Dionisio enquanto o mesmo ainda ria- POR QUE LEMBRAR DE NÓS, SE RESOLVEU NOS ESQUECER NA PRIMEIRA CHANCE QUE TEVE?! CRUCIO!- Gritou mais ainda quando também fez a porta fechar-se- POR QUE NÃO CONTINUA COM SEU MINISTRO E ME DEIXA SER FELIZ SENDO TRISTE?! NÃO PERCEBE QUE SÓ ME FAZ MAL?! NÃO PERCEBE QUE SÓ FAZ MAL AO NOCTIS, HENRY E AMY?! NÃO PERCEBE QUE SEM VOCÊ AS PESSOAS SOBREVIVEM?! NÃO PERCEBE QUE NÃO ES DONA DO MUNDO?! NÃO PERCEBE QUE EXISTE UM EQUILÍBRIO QUANDO VOCÊ NÃO ESTÁ? CRUCIOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!- Bradou novamente o feitiço, agora fazendo sangue sair da boca da mulher- SABE QUAL A DIFERENÇA ENTRE VOCÊ E SUA MÃE?! É QUE ELA SABE A CATÁSTROFE QUE É CAPAZ DE FAZER E NÃO TENTA SE REDIMIR FAZENDO VISITINHAS ÀQUELES QUE TE AMARAM DURANTE A NOITE, POR PURO EGOÍSMO, A FIM DE LIVRAR SUA ALMA DE UM SENTIMENTO DE CULPA! CRUCIOOO!


Dionisio R. Howard
avatar
Cargo : Mercenário


Varinha : Carvalho, Pena de Fênix, 36 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Sienna D. Q' Bárthory em Dom 14 Set 2014, 23:26





Nostalgia

E um barulho de vidro quebrando foi ouvido quando o porta retrato encontrou o chão junto aos joelhos de Sienna. Ela nada falou e nada fez, apenas o olhava nos olhos, esperava por isso durante 19 anos, mesmo com seus filhos a vendo durante todo este tempo, principalmente Noctis, ela esperava por finalizar seus dias com chave de ouro. Philipp tinha sido avisado dos risco e estaria preparado para notícia caso o pior acontecesse.
Sienna apertou os olhos quando o feitiço fora lançado pela segunda vez e sem evitar soltou um gemido de dor mas manteve-se forte e esboçou um sorriso enquanto uma solitária lágrima escorria pela lateral de sua face. Com a voz embargada e fraca resmungou - Ora criança, não abandonei meus filhos, pois eles me faziam bem, abandonei aquele que durante tanto tempo me fez bem, mas que no fim de tudo, só me fez sangrar... você. Ora criança, acabe logo com isso, mas conte aos seus filhos que você matou a mãe deles. Pois eles sentirão minha falta, assim como sempre sentiram quando afastava-me por uma semana ou menos. - com forças tentou colocar-se de pé mas o outro crucio fora lançado a fazendo cair. Ergueu os olhos e falou entre os dentes - Acabe logo com isso, Dionísio. Faça o que você sempre soube fazer, destruir as pessoas. - Sienna deslizou a mão para dentro de suas vestes e retirou sua varinha e a jogou aos pés do homem. Fechou os olhos e gargalhou de forma tremula - Você é doente e mais doente ainda é meus sentimentos por você - gargalhou mais enquanto as lágrimas findavam seu rumo.




-------------------------------------------------------------
Sienna D. Q' Bárthory
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Dionisio R. Howard em Dom 14 Set 2014, 23:38

I Feel Pretty
Volta
 
- Crucio!- Bradou de forma lenta e prazerosa- Ownnnnnnnnnnnnnnnnn! Que fofura! QUER DIZER QUE AINDA ME AMA?! OWNNNN SENTE SENTIMENTOS?! E ME ABANDONOU? CRUCIO!
Gargalhava enquanto via a mulher se retorcer no chão e gritar desesperada, mesmo que involuntariamente.
- Você acha que eu darei o que você sempre esperou que eu desse? Acha que eu bradarei a maldição da morte?!- Fez "tics" negativos com estralos da língua- A morte é muito fácil de se conseguir! Crucio! Crucio! Crucio! Crucio! Crucio!
Logo via a mulher perder alguns dos sentidos da razão e parar de relutar contra o feitiço, enquanto os olhos de Dionisio revelava o prazer de assistir a cena e se alimentar de todo aquele sofrimento de dezenove anos.
- Não fui eu quem quis assim, Sienna... você desistiu de mim! Você foi embora e hoje quer ser uma vítima, mas no fim de tudo, você é a culpada, você não aguentou, me abandonou quando todos me abandonaram, uns por interesses, outros por poder... mas você... você foi por fraqueza!- Disse com um sorriso no rosto- Fraca, fraca, fraca, fraca, FRACAAAAAAAAAAAAAA! DOLOHOVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVV!
Logo o feitiço encontrou a mulher causando na mesma um vômito de sangue.






Dionisio R. Howard
avatar
Cargo : Mercenário


Varinha : Carvalho, Pena de Fênix, 36 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Sienna D. Q' Bárthory em Dom 14 Set 2014, 23:43





Nostalgia

As palavras de Dionisio foram se afastando da realidade e apenas um ruido era ouvido, as batidas de seu coração, um meio sorriso tomou seus lábios e uma onda de sangue jorrou de sua boca. Um filme passou em sua cabeça. Não entendia as acusações dele, afinal, o último golpe tinha sido dele, foi Dionísio que a deixou, na verdade a trocou por uma mulher mais nova, ela só se fez afastar e deixa-lo seguir com a vida. Mas ele não entendia o que significa sacrifício, mas agora entenderia.
Os batimentos de Sienna iam enfraquecendo segundo por segundo, sua respiração falhava. Suas garganta agora estava entupida de sangue bem como sua narina, nada a possibilitava respirar, seus olhos reviraram mais uma vez e fitou o teto, em seguida o corpo da mulher encontrou o chão, sem movimentos, sem batimento, sem sentido algum. Tudo por fim acabara e como o homem tinha dito, ela era fraca. Ela nunca foi e nunca será como no início, ainda mais agora que para ela o fim chegou.




-------------------------------------------------------------
Sienna D. Q' Bárthory
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Dionisio R. Howard em Seg 15 Set 2014, 00:09

I Feel Pretty
Volta
 
Se pôs sobre a mulher e acariciou lentamente seu rosto ensaguentado. Gargalhava, ria, a felicidade era clara. Logo ergue-se novamente e seguiu em direção a uma mesa que continha um garrafa de vinho e uma taça. Depositou o vinho na taça e após entorna-lo na mesma, bebeu-o.
-Agora eu sei o que o Conrad sentia quando bebia vinho e zombava dos alheios... era prazer!- Tomou novamente o gole e olhou para o corpo da mulher ao chão.
Logo aproximou-se da mulher novamente e lhe deu um gole de vinho, ação que sucedeu-se com um beijo dado pelo homem e por carícias em seu rosto.
- Eu disse que se fosse embora, não era para voltar! Eu disse que não suportaria reencontra-la! Eu disse, EU DISSE, EU DISSE, EU DISSEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!- Logo começou a chorar e gritar enquanto os moveis da sala se moviam só e quebravam- NÃO SE BRINCA COM MONSTROS, SIENNA!- Tomou mais um gole do vinho e levantou-se em direção a garrafa e a pegou, tomando mais um gole longo e demorado de vinho. Logo apontou a varinha para a mulher novamente- AVADA KEDAVRA!
Logo ajoelhou-se ao chão e começou a cantar.
- Dori me! Interimo, adapare, Dori me! Ameno, ameno, Lantire, Lantiremo, Dori me! Ameno! Omenare imperavi, Ameno! Dimere, dimere, Mantiro! Mantiremo! Ameno! Omenare imperavi, emulari, Ameno! Omenare imperavi, emulari, Ameno...- Cantava em lágrimas.


Dionisio R. Howard
avatar
Cargo : Mercenário


Varinha : Carvalho, Pena de Fênix, 36 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Noctis C. Q'Bárthory em Seg 15 Set 2014, 00:55


Adeus

Eu não acreditava que Sienna, vulgo minha mãe havia sido tão idiota a ponto de tentar reencontrar Dionísio. Aquele boato que ecoava pela casa só poderia ser mentira, mas vindo daquela mulher eu temia bastante. Por um impulso e totalmente assustado, lá estava eu, indo em direção a casa de Howard antes que alguma tragédia acontecesse. Mas eu sentia que já poderia ser tarde demais, mas talvez com alguma sorte pudesse encontrar Sienna viva. Ou quase viva. Talvez Dionísio deixasse seu amor falar um pouco mais alto e não conseguisse pronunciar um feitiço sequer (Ele não podia ser avarador, porque se não, acabaria com tudo) para feri-la. 
Quando cheguei a casa, assustado e sem ao menos perceber que tudo naquela casa estava aberto, ou melhor, escancarado. As portas, o portão, e todo aquele silencio estranho que só era quebrado por barulhos estranhos, como coisas sendo quebradas. Aquilo me fez correr o bastante para conseguir ouvir um cantar - muito mal, por sinal - não muito irreconhecível. Assim que cheguei a porta vi que todas as possibilidades de algo ali não dar errado eram mínimas, meu corpo queria paralisar enquanto olhava todo o sangue próximo ao corpo de Sienna. Dionísio ainda estava ali, chorando e ainda cantando ajoelhado ao chão. Eu não poderia dar a oportunidade de deixar que meu corpo congelasse de maneira alguma. E afinal de contas, sei que isso é doloroso de dizer, doloroso de sentir, mas eu infelizmente não estava triste o suficiente e aquilo me assustava, afinal, era o corpo da mulher que me pôs ao mundo jogada ali. Minha primeira reação era um pouco óbvia, correr e pegar a mulher. Eu queria que uma lágrima escorresse em meu rosto, mas eu parecia estar mais seco do que nunca. - Mãe... - Sussurrei e foi tudo que eu pude fazer. Nem sequer tive a ideia de tentar vinga-la de uma vez ou não. - Howard... Porquê? Só me diz o porquê disso? - Disse enquanto passava o indicador pelo rosto de Sienna.
Noctis C. Q'Bárthory
avatar
Varinha : Cipreste, Pena de Fênix, 33 cm, Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Convidado em Seg 15 Set 2014, 01:08

A garota livrou-se dos saltos, jogando-os em um canto qualquer do jardim, e passou a mão sobre os lábios, ainda desacreditada do que havia acontecido há alguns minutos atrás. Sentiu seus pés entrarem em contato com o chão, lhe causando breves arrepios enquanto andava. Ah, não havia sido um sonho! Era mais real do que imaginava. Enquanto caminhava seus olhos fixaram-se em uma das janelas do castelo, e a única coisa que pode ver foi um raio verde flamejante. Dionisio! Essa foi à primeira coisa, e pessoa, que lhe veio a mente. Mas será que era mesmo ele? Havia sumido há tanto tempo, sem deixar nenhum rastro. Sophie subiu as escadas correndo até o quarto parando impulsivamente na porta – MEU DEUS! – Pousou a mão sobre o lábio, olhando desacreditada para a cena que estava a sua frente: Sienna morta. – COMO? – Sem saber o que fazer, Sophie aproximou-se de Dionisio e o empurrou, afastando-o do corpo de Sienna. Abaixou-se do lado do corpo da mulher, já sem vida, e olhou para o homem se levantando e indo até ele – QUAL É O SEU PROBLEMA, IMBECIL? – Passou as mãos nos cabelos jogando-os para trás e contou até dez, tentando não perder o controle. Fixou o olhar na face de Dionisio – VOCÊ PASSOU DEZ ANOS FORA, DEZ ANOS, E AGORA VOLTA PRA ISSO? – Ela queria gritar mais, se espernear, bater nele, mas parecia que algo, algo maior do que ela a impedia de fazer aquilo. Então ela sentiu as pernas fraquejarem, caindo de joelhos sobre o chão e levou as mãos ao rosto, sentindo as lágrimas escorrem.
Convidado
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Amy B. Howard em Seg 15 Set 2014, 01:32


- Psiu. Sussurrou para o animal sobre as cobertas. As coisas iam de tal tranquilidade até então, nada percorria seu quarto, apenas o silêncio de mais um dia que continuava. As coisas nem sempre eram assim naquele buraco, então os gritos começaram. Os olhos correram à porta, a varinha à mão e quando percebeu estava correndo em angustia. Quem estaria gritando? Por quê? A resposta, morreu em seus olhos. 

- O quê...? Fraquejou, vendo a cena. Sua cabeça inclina para o corpo jogado no chão e aos poucos, como se aquilo tivesse graça, um ar hilario foi arquejado. - QUEM? O grito saltou, como um relâmpago em noite calma, do nada. Sua mãe estava ali, não, não estava, o cadáver, a garota se aproximou, até então apenas avistava de longe o corpo, o pão estava pronto e o circo armado. Finalmente, correu em sua mente, mas o como antigamente o drama era o prato do dia.

- Você? Gaguejou olhando o homem que admirava, e por algum motivo admirou mais assim, até mesmo o ar ao se referir mudou.  - Como... conseguiu...? Ela morde os lábios, os cabelos castanhos lentamente se desprendem de um laço. - Pai.

Olhou o irmão ali. As coisas embora naquele estado, e acredite que ela estava tão contente à ponto de dar saltinho. Não se poderia fazer nada. Guardou a varinha. E o ar que pegara para conseguir falar algo, pois esconder a gargalhada a agoniava. - Não podemos fazer nada. Murmurou em um tremor. - Parabéns. Encarou o homem.

Amy B. Howard
avatar
Cargo : Prostituta em Las Vegas :


Varinha : Um Graveto.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Dionisio R. Howard em Seg 15 Set 2014, 01:53

I Feel Pretty
Volta
 
Gargalhava e chorava, eram remotas as suas emoções, talvez as últimas emoções. Quando Noctis adentrou o local, um prato cheio, um show de drama, Shakespeare deliciaria-se naquela cena. Quando o homem lhe proferiu a pergunta e como um louco, Dionisio levantava-se gargalhando.
- Por quê? Por quê?! A resposta está na sua pergunta, eu sou um Howard e com isso, carrego a minha loucura e monstruosidade!- Disse da forma mais fria possível enquanto se pôs totalmente em pé e com a varinha em mãos- Não foi disso que sempre me tacharam? Aberração?! Pois agora conhecerão o monstro que existe em mim!
Balançava a cabeça feito uma cobra rastejante enquanto apontava a varinha em direção ao Noctis. Era hora de finalizar todo o enredo Sienna, desde o inicio de toda confusão, aquele bebê maldito!
- Avada Keda...- Bradava quando a porta fora aberta e a figura de Sophie tomou a atenção do homem que foi empurrado e surpreendido pelos gritos- Ferreous!- Bradou rumando Sophie contra a parede da sala e fazendo-a se chocar com toda a vidraçaria- Vocês, tão sentimentais! Tão fracos... ela era o nosso fracasso, ela precisava de um fim, de um ponto final... não aguentaríamos mais sua presença...- Logo o homem fora surpreendido por Amy que adentrava no local e em seu mix de emoções demonstrava sentimentos pela mãe e logo alegria. Então Dionisio aproximou-se da garota e acariciou seu rosto, ainda frio- Você sabe o que é necessário?! Você me entende, filha!- Beijou a testa da garota e afastou-se.
Seguiu em direção a Noctis e olhou para o mesmo de cima para baixo.
- O culpado disso tudo, é o seu nascimento!- Gargalhou agora com a voz diferente, sua voz bifurcava-se como se duas pessoas falassem- Viverá por toda a vida com esse peso, SEU MONSTRO! VOCÊ É IGUAL A MIM!
E gargalhando aparatou saindo dali. 
Saio do local.


Dionisio R. Howard
avatar
Cargo : Mercenário


Varinha : Carvalho, Pena de Fênix, 36 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Noctis C. Q'Bárthory em Seg 15 Set 2014, 02:11


Adeus


O corpo da mulher começava a perder sua temperatura aos poucos, uma gritaria começaria ali logo depois que algumas pessoas chegassem. Sophie foi a primeira e me surpreendeu. Fazia tempos que eu não a via, desde tempos de colégio e agora estávamos crescidos. As primeiras palavras de Dionísio pareciam estar em segundo plano, pois eu não conseguia sequer ouvi-las. Eu só tentava entender o porque de não conseguir sentir o que qualquer um sentiria, eu estava chocado e só isso. Talvez o fato de não ter crescido com a mulher fizesse aquele momento tornar-se uma coisa mais comum do que o normal, algo como apenas mais uma mulher morta a minha frente e um pouco de sangue em minhas mãos. E talvez fosse o momento de perceber que a vida não seria tão fácil como tudo parecia.
Voltei a mim quando percebi que o corpo de Sophie voava até uma parede e tentei segura-la antes que se chocasse contra a vidraça, mas de forma inútil. Assim que terminei de ouvir as palavras de Dionísio, direcionadas a filha, balancei a cabeça de forma negativa ao perceber que a outra pouco ligava e parecia estar disposta a pular de alegria com aquilo, poderia ser estranho ou eu poderia estar louco, mas não. Aos poucos eu iria entendendo o quão louco poderia ser um Howard e aquilo chegava a ser... hm... engraçado(?)
Quando me deparei, a culpa estava sendo jogada em mim. E aquilo me fez erguer as sobrancelhas como forma de surpresa, ainda mais por ouvir palavras tão clichês como "viverá por toda a vida com esse peso, seu monstro". - Não sei se sabe, mas infelizmente isso não será um peso pra mim... E ah! Felizmente, nunca seremos iguais, Howard. Eu sou um pouco mais bonito. - Tentei descontrair, porque já havia percebido que meus sentimentos não mudariam. Após isso, ouvi apenas uma gargalhada e vi que o homem já não estava mais ali, andei até o corpo de Sienna e a peguei no colo, olhando Amy - Não sei como foi criada, mas provavelmente ficará como seu pai. Não sente um desgosto disso? De nascer em uma família tão estranha? -   Perguntei enquanto passava pela garota.
Noctis C. Q'Bárthory
avatar
Varinha : Cipreste, Pena de Fênix, 33 cm, Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Amy B. Howard em Seg 15 Set 2014, 02:36


E ao ser tocada algo a fez querer rir mais ainda. Sua mão tocou na dele, seus olhos continuaram com os olhos de quem morrerá. A morte tragou-a de modo simples e vulgar, o decote exposto. E a sombra do assassino desaparecerá. Não ouviu nada, encaminhou o olhar para o o jovem que desdenha à falar.

- Vá encher o saco de outro, projeto de aborto, Howard. Cuspiu, levando a mão aos fios castanhos. Lentamente caminhou em direção de Sophie, a ajudando a levantar. Deu um leve tapinha no ombro da garota e fitou o irmão. - Sua estupidez bera à loucura. Riu, acariciando a própria face. Seus olhos por instante se fecharam, agora era encara com desamor o corpo.

- Ela não voltará. Ficar com raiva tão pouco. Então apontou para a saída. - Dane-se eu o amar mais que a casca. Novamente cuspiu. - Não se julga amores nesta vida... Não se pode julgar um livro pela capa. Um soluço e um sorriso. Ela arquejou. E a gargalhada correu, seus ombros se alongaram sendo jogado para frente.

- Se teu olho te faz tropeçar, arqueia-o. Dito isso, seus olhos arregalaram-se e lentamente virará as costas, como se nada tivesse acontecido.

Deixou o lugar.


Amy B. Howard
avatar
Cargo : Prostituta em Las Vegas :


Varinha : Um Graveto.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Noctis C. Q'Bárthory em Seg 15 Set 2014, 03:01


Adeus

As palavras da garota eram tão confusas que nem me dei ao trabalho de tentar entende-las. Quando me virei, pude notar que a garota ajudava Sophie a se levantar, mas a mulher parecia ainda estar um pouco desacordada ou fora de si. Era incrível como tantas coisas já haviam mudado, pessoas se tornando velhas, ou até mesmo idosas, ou mulheres muito mais lindas do que antes. 

Com as últimas palavras de minha irmã, finalmente notei que um sentimento de raiva viria até mim. Não por uma morte, mas sim por ela estar seguindo uma linhagem tão estranha e ser tão fria quanto quem eu deveria odiar. - As coisas não ficarão assim, criança. Mesmo que isso não faça muito o meu tipo, seu sangue parece ser delicioso. - Disse, respondendo-a e olhando-a deixar o lugar. - Vou adorar ter o seu corpo para um jantar, irmã. -

Olhei para Sophie mais uma vez. A mulher ficaria bem. Em seguida, aparatou dali com o corpo de sua mãe em suas mãos.
Noctis C. Q'Bárthory
avatar
Varinha : Cipreste, Pena de Fênix, 33 cm, Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum