Parceiros e Afiliados
RPGs Parceiros
Afiliados em Geral

Fábrica Escriba

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fábrica Escriba

Mensagem por The Holy Death em Sab 30 Ago 2014, 17:20



Fábrica Escriba

A dezenove anos, a guerra começou levando medo aos corações mais indômitos, mas uma teoria precisava ser passada, e neste cômodo foram feitos exemplares com esta teoria. A sala possui várias mesas, penas e tinteiros e vários livros em suas estantes.


The Holy Death
avatar
Cargo : NPC


Varinha : Já ouviu falar na Varinha de Sabugueiro? Pois é, eu que criei '-'


Administradores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fábrica Escriba

Mensagem por Dionisio R. Howard em Seg 01 Jun 2015, 22:37

Andava com de mãos dadas com Sienna, as vezes cambaleava devido à bebida, mas encontrava meu suporte em minha esposa, Sienna. Nunca havia imaginado revê-la novamente em minha residência, as vezes acreditava que estava sonhando. Mas era o amor que nos colava, que fazia ela esquecer o que eu havia feito... de fazer-me tentar viver novamente. Abri então a Fábrica Escriba e fui em direção a uma estante. Peguei um molho de chave que encontrava-se em minhas vestes e abri a mesma.- A habilidade de Tiffany sempre me custou uma série de problemas... lembro-me de quando a vi encantar a primeira cobra... em pensar que uma pedra tão bela estava tão escondida em meio aos escravos.-Dizia enquanto abria papeis e tirava pergaminhos da estantes.
- Por anos pesquisei sobre a família de Tiffany, nunca entendi o porquê da sua habilidade... só sei de uma coisa, ela é parente dos Peverell, é uma ofidioglota. E Howards nunca se misturaram aos Peverell, Slytherin, Potter, Du Weldenvarden... ou seja lá o que fale mais a língua das cobras.-  Joguei então os papeis numa mesa e sentei numa espécie de trono. Abri então os pergaminhos.- Há alguns anos atrás eu estava detido como escravo no sudeste da África, enquanto fugia dos homens do ministério que procuravam pessoas da guerra. A Lady estava morta, até então, mas a sua marca não havia sido desfeita e por azar, enquanto eu me disfarçava de magi fui pego por um grupo de mercenários nômades que me prenderam numa carroça voadora. Nesta carroça conheci uma mulher loira, de olhos claros, azuis esverdeados e inglesa... a única. A mulher dizia ser uma megera que havia anos que se encontrava presa na mão daqueles nômades e por dias conversei com a mesma, seu nome: Elizabeth. Sem sobrenome nem nada, uma mulher de muitos dotes pela qual me apaixonei loucamente e tive um caso.- Bebi então mais um pouco da bebida.- Elizabeth parecia muito com Tiffany e foi fundamental quando eu consegui uma brecha nas correntes mágicas e roubar uma varinha... em seguida, você deve fazer ideia do que aconteceu.- Gargalhei ao lembrar do rosto dos nômades pedindo socorro. Gargalhei alto.- Em nome de alá... avada kedavra- Gargalhava até explodir, mas logo me recompus. 
- Bom, acontece que eu e Elizabeth fomos até Liverpool, onde ficamos escondidos por dias, mas a mulher era carinhosa de mais e eu... um boêmio. Abandonei a mulher na primeira noite que pude, deixando-a com algum dinheiro trouxa e o endereço da mansão Howard da família inglesa... nove meses depois Tiffany apareceu, logo como o falecido Augustus. Então voltei para a toca e os criei em segredo com Henry e Amy... eles pareceram se dar bem, mas agora um está morto e a outra...- suspirei.- Enfim... 
Dionisio R. Howard
avatar
Cargo : Mercenário


Varinha : Carvalho, Pena de Fênix, 36 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum