Parceiros e Afiliados
RPGs Parceiros
Afiliados em Geral

Quarto 001

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quarto 001

Mensagem por The Holy Death em Qui 22 Jan 2015, 21:52



Quarto do Caldeirão Furado

Os quartos do Caldeirão Furado são praticamente todos iguais; sujos, com mobilha velha e apertados. Alguns contém mais de três camas, outros apenas uma ou duas. Os quartos sempre estão ocupados por bruxos viajantes vindos de lugares estranhos. Estão localizados no segundo e terceiro andar do local.
Locador: 
Ocupado.
Perfil do Locador:
Nome: Oliver Thompson| Estadia:(30) 39G$| Cargo:| Não é da sua conta


The Holy Death
avatar
Cargo : NPC


Varinha : Já ouviu falar na Varinha de Sabugueiro? Pois é, eu que criei '-'


Administradores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto 001

Mensagem por Laís Loremarie H. Schulz em Qui 30 Jul 2015, 22:53



Após Giovanni pedir o quarto, subimos para o mesmo. Ele ficava logo no segundo andar, pois era o quarto de número um. Meu dedo estava bem melhor e eu tinha amado completamente a fita com as cores da minha amada Lufa-lufa que o Gio havia conjurado. - Obrigada por concertar meu dedo, Anni. Acho que se não fosse você, meu dedo estaria torto ainda. Eu tentei concertar, mas acabei fazendo burrada. - E então, observei a porta do quarto. Esse não era encantado como o da pousada da Cidade dos vampiros e tive que abir a maçaneta sem dizer nada. Ao abrir, me deparei com um quarto bem feio e pouco arrumado. Parecia que uma faxineira não havia passado ali fazia séculos. - Nooooooooossa, eu nunca vi um quarto tão sujo. - Comentei enquanto deixava minha mochila na cama do canto. Foi quando comecei a sentir algo subindo pelo meu corpo. Era Bidú, que logo saiu pela gola da minha blusa e pulou em cima da cama e depois no chão, pulando em direção à porta. - Ah, finalmente apareceu, Bidú. - Murmurei sorrindo - Volta aqui, Bidú! Anni, sei que não é educado falar que as pessoas fedem, mas... nem o Bidú está aguentando o seu cheiro.

Não deixei também de ir até a janela pra respirar um pouco, Anni estava fedendo demais e se ficássemos trancados ali eu ia acabar vomitando, o que seria muito deselegante. - Anni, você precisa de um banho URGENTE. - Dei um enfase na ultima palavra, porque um banho era um caso de emergência pra ele. Estava com um cheiro tão forte que me lembrou uma vez, quando umas meninas ruins do orfanato pediram pra eu cheirar um potinho dizendo que era um perfume muito bom, mas na verdade era amônia, o cheiro entrava no meu nariz e chegava a queimar os pelinhos. - Quer que eu ajude a esfregar o seu cabelo? 
Laís Loremarie H. Schulz
avatar
Cargo : Vigiar o Bidú


Varinha : Faia, Pena de Hipogrifo, 27 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto 001

Mensagem por Giovanni Weeks Popplewell em Qui 30 Jul 2015, 23:28


Deixei que Lalá subisse na minha frente, educadamente, seguindo a colega lufana em seguida escada acima. Não demorou muito para chegarmos ao nosso quarto e uma simples força foi necessária para abrir a porta, sem mais nem menos. O lugar era péssimo, sujo e de muito mal gosto, além de fétido, o que podia ser simplesmente o cheiro absurdo que vinha de meus cabelos ruivos, carregados de urina. Lalá, e também Bidú, ficaram desesperados com o cheiro encubado em um ambiente fechado e cheio de mofo, buscando rapidamente uma escapatória, seja na janela ou na porta. Láis, delicadamente perfeita como sempre, ofereceu até me ajudar a lavar os cabelos, o que é claro não poderia negar jamais. - Não seria muito incômodo, Lalá? Se não for... Eu agradeço muito, porque não tenho posição direito para esfregar o necessário. - E deixando minha mochila na cama que Laís não tinha escolhido, comecei a rodar o lugar em busca do banheiro, depois de fechar a porta de entrada. - Ué, cadê o banhe... Ah! Está ali... - E tentando evitar tocar em qualquer coisa, fui seguindo até o banheiro, abrindo a porta e olhando dentro. O lugar não era melhor do que o quarto em si, mas daria para tomar um banho decente até... Se desconsiderarmos as teias de aranha e o limo dos azulejos, é claro. - Lalá... Eu vou tirar a roupa e me preparar e depois te chamo para me ajudar, ok? - E após a concordância da menina, fechei a porta e me aproximei da banheira, analisando o estado dela... Por incrível que pareça estava limpa e até os utensílios de metal pareciam brilhar como se tivessem sido recentemente lustrados. Abri a água quente e fria, de uma forma que a água da banheira ficasse na temperatura ideal. Em seguida, coloquei sabão na água e agitei até fazer bastante espuma. Deixei então alguns esfregões, shampoos e tudo que fosse necessário para um banho caprichado e retirei minhas roupas, entrando com tudo (Nesse espaço apertado e desconfortável para meu tamanho) na banheira, deixando meu corpo, abaixo do pescoço e da ponta dos joelhos, para dentro d´água, escondido pela grande espumeira. - PODE ENTRAR LALÁ!

OFF: Postagens pausadas entre Giovanni Weeks Popplewell e Laís M. Schulz Harvey.
Giovanni Weeks Popplewell
avatar
Cargo : Por enquanto, sonhador.


Varinha : Lima-prata, Pelo de Unicórnio, 33 cm, Pouco Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto 001

Mensagem por Laís Loremarie H. Schulz em Sex 31 Jul 2015, 22:54




Giovanni muito educadamente me perguntou se eu não me incomodaria em ajuda-lo. - Claro que não, vai ser um prazer poder fazer você se livrar desse cheiro horroroso. - Disse, colocando as mãos atrás do corpo, mexendo o corpo um pouco para os lados. Inclinei o corpo quando ele achou o banheiro para poder olhar como era lá e não me surpreendi quando vi um banheiro bem simples. E então, Anni disse que iria se despir e que me chamaria quando estivesse pronto. Então, fui até a janela e a fechei, o cheiro tinha seguido Anni.

Eu particularmente esperava que ele ficasse de cueca, pois não seria nada descente eu ficar em um lugar junto com ele totalmente pelado, mas Giovanni era inteligente, com certeza pensaria como eu. Assim que ele me chamou, caminhei até o banheiro e deixei a porta entreaberta, para se caso Bidú quisesse ir até lá ver o que estava acontecendo. Abri um sorriso pra Anni e me olhei no espelho. O amarrei com ele mesmo, de qualquer jeito e naquele momento desejei ter um pregador para colocar no nariz. Tirei os sapatos e levantei a calça até acima do joelho, ficando com bastante vergonha por deixar um pouco das minhas pernas à mostra. Dei um sorriso envergonhado e senti minhas bochechas queimarem um pouco, mas acabei deixando de lado e entrando na banheira. 

Me sentei bem em uma das pontas, atrás da cabeça de Anni. Coloquei meus pés dentro da água, e sua cabeça ficou entre minhas pernas. - Anni, que cheiro ruim. Deus queira que isso saia. - Dobrei minha mão como se fosse um pequeno potinho e peguei um pouco de água com ela, jogando na cabeça dele e depois peguei um esfregão e o shampoo. Joguei um pouco do shampoo em seu cabelo e no esfregão, que molhei um tintinho com a água da banheira. E então, comecei a esfregar a cabeça de Anni. - Se eu te machucar você me fala, tá? Porque vou ter que fazer forte pra sair todo o xixi e tapa a boca também, porque deve escorrer tudo pra sua cara. - Gargalhei um pouquinho e comecei a esfregar bastante, por tooooooda sua cabeça e também atrás das orelhas e no pescoço.

Depois deixei o esfregão de lado e coloquei meus dedos entre seus cabelos, massageando sua cabeça com eles, como se fosse uma massagem. Aos poucos o cheiro foi aliviando, mas ainda estava lá incomodando nossos narizes. Mas eu estava gostando de ajudar Anni. Afinal, era bom ter o que fazer nas férias. Era a época que eu menos gostava, só perdia mesmo pro Natal, que era quando eu me sentia realmente sozinha.
Laís Loremarie H. Schulz
avatar
Cargo : Vigiar o Bidú


Varinha : Faia, Pena de Hipogrifo, 27 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto 001

Mensagem por Giovanni Weeks Popplewell em Sab 01 Ago 2015, 23:13


Senti os pés de Lalá entrarem na banheira, enquanto eu estava distraído, com as costas inclinadas para frente. Tinha vergonha, pois minhas vértebras ficavam marcadas em um corpo magro quando ficava nessa posição. Sentia que minhas sardas queimavam por baixo do sangue extra que corria pela minha pele. Tão rápido ela havia finalmente se sentado na beirada da banheira, coloquei novamente minhas costas para trás e afundei mais um pouco na água, deixando meus cabelos numa altura razoável para Lalá poder enxaguar e esfregar até todo o cheiro sair. Ela fez um comentário sobre o cheiro e eu fiquei mais envergonhado, apesar de não ser realmente culpa minha. - Er... Obrigado por estar fazendo isso Lalá, não sei nem como agradecer. Qualquer coisa que precisar, estarei aqui para você... - E então fechei os olhos, sentindo os dedos de Laís percorrerem meus cabelos e massagearem o couro cabeludo. Era uma sensação incrível, de relaxamento e por que não, prazer? Respirava devagar, senti que ela largou minha cabeça, pegando o shampoo e despejando bastante, sem miséria. Em poucos segundos meus cabelos eram um capacete enorme de espuma, que com certeza estavam engraçados de se ver. Retirei uma parte da densa espuma e coloquei um pouquinho no nariz de Lalá, me virando para ela e rindo. Passado o tempo, finalmente retiramos o shampoo da minha cabeça e o cheiro foi-se embora. Adeus Urina de Gnomo! Sem sair da banheira, me virei de frente para Laís e sorri. Levei com calma meus dedos até seus olhos e os fechei, fazendo um leve "Shhhhh" com os lábios, em sinal de silêncio ou para evitar qualquer pergunta e ficando de joelhos me aproximei dela e dei um selinho em seus lábios, pegando rapidamente a toalha em seguida e enrolando ao redor de mim, conforme eu ficava em pé. - Foi um excelente trabalho... - E com outra toalha, comecei a esfregar os cabelos, deixando todos bagunçados e largando a toalha sobre eles assim mesmo. - Só espero não me sujar com mais nada nessa Feira doida!

OFF: Postagens pausadas entre Giovanni Weeks Popplewell e Laís M. Schulz Harvey.
Giovanni Weeks Popplewell
avatar
Cargo : Por enquanto, sonhador.


Varinha : Lima-prata, Pelo de Unicórnio, 33 cm, Pouco Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto 001

Mensagem por Laís Loremarie H. Schulz em Sab 01 Ago 2015, 23:38




Continuei esfregando a cabeça de Anni até sentir que já estava bom e se não parasse, iria acabar com todo o shampoo e com certeza o Neville iria ficar furioso por gastarmos tanto. Anni parecia envergonhado também e eu não sabia o porque. Seu cabelo estava cheio de espuma e bem maleável. Fiz um grande topete e depois desfiz, deixando seu cabelo escorrido por sua testa e ri. Pensei em deixar dois montinhos pro alto, mas iriam acabar parecendo chifres e... Deus me livre comparar Anni com o Diabo. Ele também agradeceu, não era nada o que eu estava fazendo, gostava dele e de agrada-lo. Principalmente por ele sempre ter paciência comigo e me explicar as coisas quando eu tinha minhas dúvidas, coisa que ninguém fazia. 

Ele se virou na banheira e sujou meu nariz com espuma. Ri feito criança. Lavei seu cabelo e quando ia retirar os pés de dentro da banheira, fui surpreendida pelos dedos de Giovanni, que fecharam meus olhos para que ele desse um selinho em meus lábios. Retribui fazendo um biquinho com eles e quando fechei os olhos ele já estava enrolado na toalha e enxugando o resto do cabelo. Sorri feliz, estava muito feliz, porque ele tinha me beijado de novo. Por um tempo eu pensei que o que aconteceu na cidade dos vampiros ficaria só lá. Retirei os pés da banheira e comecei a dar pulinhos sobre o tapete para que eles ficassem um pouquinho secos e depois, coloquei as mãos na cintura. - Bem melhor, agora está cheiroso e agora posso ficar perto de você sem que meu pequeno narizinho sofra. - Dei um sorrisinho e me aproximei dele, mas sem encostar, para passar pela porta. - Alguma coisa me diz que você ainda vai se sujar muito. - Sorri e passei por ele, ficando na direção da porta - Vou deixar você se trocar e qualquer coisa to ali no quarto, tá? - Falei, me virando.
Laís Loremarie H. Schulz
avatar
Cargo : Vigiar o Bidú


Varinha : Faia, Pena de Hipogrifo, 27 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto 001

Mensagem por Giovanni Weeks Popplewell em Dom 02 Ago 2015, 00:06


Fiquei muito contente em saber que Lalá estava feliz com meu selinho. Ou melhor, muito feliz em revivermos um momento da Excursão à Cidade dos Vampiros, quando pela primeira vez tocamos nossos lábios. Era como se um choque corresse pelo nosso corpo quando isso acontecesse... Quer dizer, pelo meu né! Eu estava enrolado na toalha, observando o que Laís iria fazer  e caminhando por ali como um bobo. Ela não conseguia tirar aquele lindíssimo sorriso de seus lábios e eu não queria tirá-los de minha cabeça. Nos despedimos rapidamente, ficando sozinho novamente no banheiro. Estava perdido demais em pensamentos para trocar de roupa, então simplesmente sentei sobre o vaso sanitário fechado e apoiei os cotovelos sobre as coxas, além da cabeça sobre as mãos e fiquei pensativo. Um sorriso involuntário transpassava meus lábios e um repentino ânimo me fez levantar e vestir rapidamente minhas roupas. Depois de um tempo maior do que o esperado, acabei saindo já vestido e vendo que Lalá estava próxima da cama. A abracei pela cintura, de surpresa e sorri. Eu não estava muito acostumado a tomar atitudes assim, mas algo me impulsionava para frente, para agir e isso era bom. - Então, quer tomar um banho ou vamos dar uma volta por aí... Ou qualquer outra coisa? - Perguntei baixinho, próximo do ouvido dela, tendo que me abaixar um tanto para isso e depois sorrindo calmamente. Ficamos um tempo em um silêncio meio estranho e com cuidado eu resolvi começar a falar - Eu sei que é estranho dizer algo assim agora, mas... Lalá, eu amo o seu sorriso...

OFF: Postagens pausadas entre Giovanni Weeks Popplewell e Laís M. Schulz Harvey.
Giovanni Weeks Popplewell
avatar
Cargo : Por enquanto, sonhador.


Varinha : Lima-prata, Pelo de Unicórnio, 33 cm, Pouco Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto 001

Mensagem por Laís Loremarie H. Schulz em Qua 12 Ago 2015, 19:57




Fiquei esperando fora do quarto enquanto Gio terminava seu banho. Enquanto isso Bidú ficava pulando em cima da minha cama feito um louco. Por um momento na minha cabeça pensei que ele precisasse de uma namorada, mas acho que eu não daria conta de um monte de Bidúsinho pulando por ai e nem as meninas gostariam disso lá no dormitório feminino. - Bidú, acho que vai ter que esperar eu sair de Hogwarts pra namorar. Me perdoa por isso? - Bidú não respondia, mas muitas vezes eu quis que ele conversasse comigo em humanes. Então, Anni saiu do banheiro, veio até mim e me abraçou. Aquilo foi tão fofinho e tão bom que eu sorri feito uma bobinha.

- Teu cheirinho tá bem melhor. - Baguncei o cabelo de Anni, fazendo uma careta. - Podemos ir passear na rua, tomar um sorvete ou fazer outra coisa, mas quero muito um sorvete. - Disse. Depois disso ficamos quietinhos um momento, isso era estranho. Não tinha nada pior do que ficar sem assunto com quem você gostava muito muito de conversar. Mas, por sorte, Giovanni quebrou o gelo dizendo que meu sorriso era lindo. - Isso é muito gentil, Anni. Eu também gosto do seu sorriso e dos seus olhos... do seu cabelo... da sua boca... bem... - Comecei a rir sem graça. - Gosto de muitas coisas em você. Mas... vamos sair daqui? Quero esticar minhas perninhas.

Me levantei e coloquei Bidú dentro do bolso. - Vamos? - O chamei. Logo depois, Anni e eu saímos do quarto.

Laís Loremarie H. Schulz
avatar
Cargo : Vigiar o Bidú


Varinha : Faia, Pena de Hipogrifo, 27 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto 001

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum