Parceiros e Afiliados
RPGs Parceiros
Afiliados em Geral

Recepção

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Recepção

Mensagem por The Golden Compass em Qui 21 Maio 2015, 20:35



Welcome!

Primeira vista: Um alto e largo portão negro com arabescos em tons prateados. O local é conhecido como a "pousada do porco", pois alguns sentem preguiça em pronunciar o nome. Mas também porque recepcionista do local tem um grande e achatado nariz com dois buracos chamativos. Dizem que cabeças de porco eram enterradas nos arredores do local, mas não por um motivo qualquer, e sim uma maldição criada por Victor Hauschsky. A lenda conta que os porcos adentram aos quartos durante a madrugada e comem os corpos dos hospedes, preferindo rasgar seus corpos e se alimentarem principalmente do estômago e coração. Mas o senhor Huxley, que passou anos trabalhando no local, jamais confirmou que tal história era verdadeira.
Ao lado direito é possível ver um grande e largo balcão. Pergaminhos, folhas brancas de papel e penas são encontrada sobre o móvel. As vezes os hospedes tem o prazer de encontrarem Bart, o bode de estimação do senhor Huxley, ou até mesmo Nannie, o amasso que pertencia a falecida senhora Gibson. Já no lado esquerdo estão localizados os quadros mágicos dos fundadores do local e de alguns donos. O quadro central tem o rosto queimado, mas o motivo jamais foi revelado. O único que conhecia toda a história da pousada era o senhor Huxley, mas o velho com cara de porco não gostava de contar histórias.
 




The Golden Compass
avatar
Administradores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Klaus Eckhart Wolfthorn em Qui 21 Maio 2015, 20:48



Os alunos lotavam a recepção do lugar. Esperei os monitores e os outros professores passarem por mim e me coloquei entre a saída e a recepção. Levantei um pouco a voz e disse:

-Alunos, aqui vocês ficarão hospedados. Vocês devem ir até o balcão e pedir um quarto. Eles são mágicos, então só precisam falar para as chaves quantos o quarto vai abrigar. Todos os quartos são vigiados, então não façam nada que nós saberemos.

Fui ao lado de Carrie e de Lilly e acenei. Elas entenderiam o que queria dizer. Alguns ali tentariam fugir, fazer sexo e outras coisas, e disso nós sabíamos. Os alunos tentavam aproveitar cada segundo que eles acham ser livres para agir deliberadamente. Era engraçado ver os alunos pegando as chaves e falando para elas um número. Deixei que Carrie pegasse uma para todos os professores, afinal a maioria dormiria no mesmo quarto. Andei até as escadarias e subi.

No corredor de cima era possível ver alguns alunos entrando nos quartos e alguns se agarrando ali mesmo. Com um aceno de varinha meu, uma pequena pressão de ar se estabelecia entre eles e os separava, enquanto eu dava uma risada e acenava negativamente com a cabeça. Fui até o final do corredor e encostei-me na parede, esperando todos os alunos entrarem em seus dormitórios. Observei enquanto Marien andava próxima de Ariel, então acenei para ambos se aproximarem. Logo que eles estavam perto de mim, disse:

-Ariel, logo mais levarei o tônico que me pediu. Espere que não fique mais enjoado que está.

Lancei um olhar para Marien. É claro que ela entenderia do que se tratava, então ela acenou com um sorriso e levou-o de volta, entrando em um quarto. Logo que os alunos entraram em seus quartos, os professores subiram, então fui para a porta do quarto e ouvi um clique. Entrei no quarto espaçoso. Peguei o pequeno baú que havia mostrado para Carrie mais cedo e saí de novo, indo em direção ao quarto dos garotos.


a excursão

OBSERVAÇÕES:

-> Rondas serão feitas, então nunca se sabe quando um professor aparecerá dentro do seu quarto!;
-> Relações sexuais estão proibidas;
-> Será apenas 1 post na recepção, então nele deve estar claro o número do quarto, a quantidade de pessoas que este alojará e os nomes (completos) dos mesmos (os nomes podem ser colocados em um spoiler no final do post. Caso um já tenha listado, não há necessidade de outro fazer o mesmo);
-> Veja na tabela abaixo os quartos disponíveis;
-> Os posts nos quartos são livres, então aproveitem;
-> Estes posts não valerão pontos, porém é obrigatório a postagem na recepção e pelo menos uma postagem no quarto dormindo;
-> Depois da postagem aqui podem postar nos quartos;
-> Vocês tem 24 horas a partir de agora!


Quarto 1 - Mary Ambrosius
Quarto 2 - John C. H. Linsenbröder; Leon Q'B. Linsenbröder
Quarto 3 - Mia Kulack Cahi; Thierry Blankenburg
Quarto 4 - Pierre Veng. D'Laville
Quarto 5 - Hellioth Dall'Agnol; Dimitri Lorenzo Bynum
Quarto 6 - Quarto dos Professores
Quarto 7 - Giovanni Weeks Popplewell; Laís M. Schulz Harvey
Quarto 8 - Taron, Frankie, Georgina, Cora e Elizabeth
Quarto 9 - Mabelle Du Weldenvarden; Arânia M. Hoffen White; Knox G. Adler Bouguereau; Rachel E. Du Weldenvarden; Giulia Beatrix Bouguereau
Quarto 10 - Madness Trigger Kathullu; Raven L. Crownford; Bragi M. Cancheski Grhal
Quarto 11 - Fairuza Alatürk Gündoğdu
Quarto 12 -  Ádamo; Alef; Jinx; Alexis e Lucas
Quarto 13 - Marien Papillon Griffonwood; Ariel Griffonwood; Alícia Adalberon

PS.: Caso faltem quartos, enviem uma PM para mim que eles serão requeridos.
Klaus Eckhart Wolfthorn
avatar
Cargo : Professor de Voo; Diretor da Grifinória


Varinha : Aveleira, Fio de Rabo de Quimera, 31 cm , Pouco Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Madness T. Kathullu em Qui 21 Maio 2015, 21:48



A noite estava acabando, mas a madrugada provavelmente seria longa. Bragi resolveu que seria melhor ficar no quarto comigo e com Raven, para nos proteger. Assenti com a cabeça, dizendo que ele tinha razão, mas Raven ria sem parar dizendo que ele queria mesmo era furnicar. Cheguei até a recepção e olhei para os alunos. — Vou pedir o nosso quarto. — Murmurei para Bragi e Raven. Caminhei lentamente até o moço da recepção, ele tinha um nariz engraçado pra caramba. — Olá, senhor. Perdão por chegarmos tão tarde, mas os professores quiseram nos mostrar um pouco da praça. Poderia me dar a chave do numero dez? — E com um lindo sorriso no rosto, estiquei o braço para pegar a chave. 

Sabia que Raven gostava do numero dez. Me aproximei dos dois e balancei a chave fazendo um sorriso travesso. — Dez! Vamos logo, preciso de um banho e trocar de roupas e fazer o que as pessoas necessitam fazer. — Estava cansada pra caramba. Me aproximei de Klaus e perguntei se poderia me retirar. O mesmo me liberou, peguei na mão de Bragi e Raven e fui em direção aos quartos.

Spoiler:
Quarto - N° 10.
Hóspedes - Madness Trigger Kathullu
Raven L. Crownford
Bragi M. Cancheski Grhal
Madness T. Kathullu
avatar
Cargo : Fiscalizar a natureza


Varinha : Carvalho, Pelo de Acromântula, 29 cm, Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Marien P. Griffonwood em Qui 21 Maio 2015, 21:51

a lovely afternoon tea
H
avia ficado tranqüila com o que Klaus lhe disse e tentou acalmar seu primo pra mostrar que a situação não estava tão ruim assim e que pra tudo se dava um jeito. E ela iria fazer dar, por ela e pelo ruivo que tanto queria bem.
Já estava ficando bem tarde e sabia que iriam para hospedagem porque a monitora chefe Madness tinha conversado com todos os outros monitores, organizou então todos os Grifinos e fez uma contagem, listando-os e dando para a menina. Estava na hora de irem para o hotel.
Segurava com carinho a mão de Ariel e não soltou um segundo sequer, queria lhe passar segurança e mostrar que tudo iria se resolver e que não o deixaria sozinho em uma hora daquelas.
Após algumas falácias dos professores todos foram para a hospedagem que não era tão longe, por fora o mesmo parecia bem sombrio. Uma hospedaria com aparência de casa e que não era nada amigável a primeira vista, mas ao adentrar o ar receptível lhe invadia o ser e a fazia sorrir. Um dia havia se passado e logo essa excursão acabaria e tudo voltaria ao normal. - Assim esperava. -
Ouviu atentamente as instruções e ruborizou ao ouvir a palavra "sexo", escondeu o rosto no ruivo e riu baixinho, deixando seu corpo chacoalhar quando se transformou em uma gargalhada ao ouvir o comentário de tristeza de um dos alunos.
- Vamos pegar o quarto mais distante, Ok? E algum problema dividirmos com a Lícia? Ela parece tão legal. - Girou os calcanhares para ficar de frente para o rapaz e esperou que ele respondesse.
A ideia de pegar um quarto distante era para não ouvir nenhum ruído estranho porque alguém sempre dava um jeitinho aprontar.
Aproximou-se do balcão e olhou para as chaves e ver quais e quantos quartos ali havia.
- Quarto número treze. - Disse em direção da chave que com magia já estava em sua mão.
Subiu as escadas e parou no meio esperando Alícia aparecer, ao vê-la chacoalhou as chaves e sorriu para menina, voltando a subir. Não demorou muito para encontrar o quarto que ficava no segundo andar e ficava distante do quarto dos outros. - E isso era bem vantajoso. -
Viu o diretor se aproximar e ficou apreensiva, mas quando viu que era sobre o tônico soltou o ar que nem sabia que estava prendendo. Por fim entrou no quarto e fechou a porta, esperando que a Lícia demorasse um pouco no andar debaixo e pudesse conversar sobre aquilo a sós com Ariel.

Quarto treze para:
Marien Papillon Griffonwood
Ariel Griffonwood
Alícia Adalberon

Marien P. Griffonwood
avatar
Cargo : Goleira da Grifinória


Varinha : Nogueira-negra, Pelo de Unicórnio, 31 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Carrie Lis Wolfthorn em Qui 21 Maio 2015, 21:53




Carrie estava animada para chegar ao local onde ficariam hospedados. Como sempre, Klaus era atencioso e responsável. A ruiva adentrou ao local, mordiscou os lábios e esboçou um largo sorriso. A decoração não era muito ruim e, até o presente momento, a professora não viu nenhum vampiro ou mordomo esquisito. Aproximou-se de Klaus, ficando ao lado do irmão enquanto ele falava com os alunos. Logo os “pequenos” escolheram seus quartos e subiram para eles. Ela caminhou devagar até o senhor Huxley, arqueou a sobrancelha e respirou fundo. Pediu um quarto para os professores e depois segurou a chave com firmeza. Deu alguns passos para perto de Lillian, Amélia e Samantha, entregando uma cópia da chave para cada uma delas. – O quarto dos professores será o 6. Mas podem ficar com os alunos, visita-los, dentre outras coisas. Infelizmente minha Madeline não veio, então... Bom, é isso. Tenham uma boa noite, minhas deusas. – caminhou para longe das professoras e subiu as escadas.
Carrie prendeu os cabelos, passou as unhas no pescoço e suspirou. Precisava se banhar, estava cansada e com os pés doloridos. Sim, mesmo sendo uma vampira, a professora continuava com suas frescuras. Ao se aproximar da porta, passou a ponta dos dedos lentamente na madeira e sorriu. – Um quarto para cinco pessoas, por favor. – esperou alguns minutos e depois abriu a porta. Franziu o cenho ao ver as cinco camas grandes e confortáveis. A professora entrou e fechou a porta.


O quarto dos professores é o SEIS, com Lilly, Samantha, Amélia, Carrie e Klaus.



Carrie Lis Wolfthorn
avatar
Cargo : Professora de HDM


Varinha : Nogueira, fibra de coração de dragão, 40 cm, rígida.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Mary Ambrosius em Qui 21 Maio 2015, 21:57




Mais Uma Vez Sozinha


Mal sabia o que fazer, alguns deles estavam pegando seus quartos, mas nenhum que estivesse vontade de vir comigo, um dos alunos de outra casa já nem gosta de mim então cheguei para o moço da recepção e disse: -Queria a chave do número um! Dizia pegando e indo em direção ao mesmo.

Spoiler:

Quarto - Nº1
Mary Ambrosius

valeu @ carol!

Mary Ambrosius
avatar
Varinha : Ébano, Corda de Coração de Dragão, 27 cm, Flexível.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Giovanni Weeks Popplewell em Qui 21 Maio 2015, 22:10


Depois de estarmos secos e preparados, nos levantamos de nossos confortáveis lugares ao redor da fogueira e caminhamos até próximo do grupo, aonde a professora Carrie e o novo diretor Klaus comentavam sobre nossos próximos passos nesta terra sombria. Estava empolgado quando realmente veríamos a cultura vampírica em sua contemplação máxima e isso já me tirava o sono tão precioso pelo qual implorava há um tempo atrás. Laís também parecia empolgada, mas acho que estava com o sono que eu havia perdido. Sorri timidamente ao vê-la coçar o olho e coloquei as mãos no bolso do casaco, caminhando em direção ao próximo destino, uma hospedaria. O lugar era engraçado e não vou me prolongar agora para explicar as tantas curiosidades e peculiaridades mágicas do lugar.  - Porco Voador? Que engraçado... - E olhando o letreiro com as inscrições, atravessei a porta, seguindo os nossos responsáveis. - Lalá, se importaria de dividir um quarto comigo? Bem, com camas separadas, claro... Acho que é sempre bom ter uma companhia para momentos assim. Alguém para conversar até dormir, ou para simplesmente dar um apoio quando não está se sentindo bem. - Disse amistosamente, me aproximando do balcão e esperando na fila a minha vez chegar. A garota confirmou com a cabeça, aceitando o convite e respondi com outro aceno, erguendo uma mão para chamar a atenção do estranho atendente - Por favor... Senhor? Hmmm... Quero o quarto SETE por favor. Para mim e para a minha amiga aqui. Meu nome é Giovanni Weeks Popplewell. - E então recebi a chave encantada para apenas abrir uma porta, a do quarto de número sete. - Obrigado! - E andando na frente, mostrando e agitando a chave para Laís, a chamei para subirmos a escada em direção ao nosso mais novo quarto, pelo menos durante esta noite.


Pessoas no Quarto 7:
QUARTO N° 7
Giovanni Weeks Popplewell
Laís M. Schulz Harvey
Giovanni Weeks Popplewell
avatar
Cargo : Por enquanto, sonhador.


Varinha : Lima-prata, Pelo de Unicórnio, 33 cm, Pouco Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Frankie Bolter Schatten em Qui 21 Maio 2015, 22:21

Oops...



So come on to sleep


Frankie ainda rodopiava, estava elétrica. O passeio havia se tornado algo maravilhoso, a menina era só sorrisos. - Assim?! Indagou Rachel, imitando seus passos. - Acho que aprendi. Desceu até o chão, depois ergueu-se novamente. Arânia quase não parava perto de suas amigas, apenas corria em meio a multidão como um foguete. Pouco tempo depois, Cora chamou a atenção do grupo falando algo sobre a divisão para os quartos. Frankie parou de dançar e respirou fundo, tentando recuperar o folego. Aproximou-se dos demais, parando ao lado de Taron. - Resolveu se juntar DW?! Segurou em seu ombro, ficando na ponta dos pés. Depositou um beijo no rosto do sonserino e sorriu. Caminho lentamente até seu colegas ainda balançando o corpo no ritmo da música. - Temos que decidir isso logo. Vou tentar encontrar a Arânia. Afastou-se do grupo e adentrou em meio a multidão em busca da amiga louquinha.

[...]

O hotel tinha um jeito peculiar, porém sua arquitetura era de veras interessante. - Já que nos dividimos, vou pegar a chave. Foi até o balcão do atendente aos pulinhos - Boa noite, senhor. Vou querer a chave do quarto oito, por favor. Virou-se para seus amigos e sorriu, depois voltou a olhar para o atendente. - Obrigada. Pegou a chave e indicou as escadas. - Vamos?! Caminhou até seus amigos e esboçou um largo sorriso. - Não sei se consigo dormir, estou muito elétrica.

Quarto Nº 8:
Taron, Frankie, Georgina, Cora e Elizabeth.

Frankie Bolter Schatten
avatar
Cargo : Adivinha?!


Varinha : Espinheiro-Negro, Fibra de Coração de Basilisco, 25 cm, Flexível.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Bragi M. Cancheski Grhal em Qui 21 Maio 2015, 22:43

Depois de ir procurar meus irmãos, me despedi e voltei para a companhia de minha namorada, a deliciosa monitora-chefe Madness e também de nossa amiga, a Corvolina albina. As duas terminavam finalmente suas tarefas como monitoras e voltavam também ao meu encontro. - Sentiu saudades, meu amor? - E a recebi com um abraço, levantando-a em meus braços e beijando seus lábios com um rápido selinho ao colocá-la de volta ao chão. - Eu sei, eu sei, foi pouco tempo, mas senti saudades pra caramba, Garota em Chamas. - E disse sorrindo, maliciosamente e sem tirar os olhos das expressões de Raven, que parecia incomodada com toda a nossa melação. Na verdade, estava curtindo irritar, como sempre fazia. Fiz uma careta para ela e voltei a minha atenção para Mad. - Então Chefinha das Monitoras, para onde agora? - E a ravina me respondeu que deveríamos ir para a hospedaria a pedidos dos professores. Concordei com a cabeça e fomos nós três... Havia um cara estranho por lá e o nome do lugar era também diferente pra porra. Mais doideiras envolvendo esses Wolfthorns e suas ideias de gerico. Mad tomou a frente e pediu uma chave para o quarto dez, para nós três. Primeiro a Corvolina não concordou, queria ficar longe do "Casal Meloso", mas depois de alguma insistência, acabou indo conosco. to, descansar finalmente e talvez aprontar um pouquinho. Subimos então as escadas juntos.

Bragi M. Cancheski Grhal
avatar
Cargo : Professor de Camuflagem Transfigurativa


Varinha : Aveleira, Fibra de Coração de Dragão, 27 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por John C. H. Linsenbröder em Qui 21 Maio 2015, 22:51

Inn

Após o ocorrido na praça, John precisava descansar. Viu Leon sozinha em um canto, então acenou para ela com um sorriso. Não se esquecera do que sua mãe falara, porém não era culpa da garota. Ele foi até o balcão e fez com os dedos o número dois, o quarto de desejava. Olhou para Leon e mostrou a chave para ela.

Ele suspirou, pensando sobre o que acabara de acontecer. Ele sabia que tinha cometido um enorme erro em dizer aquelas coisas para a mãe dele, e que deveria punir-se em breve. Não era certo, afinal ela era sua mãe, não era? Os leves sons das conversas em sua volta o embalavam para longe dos pensamentos. O barulho de sapatos contra a madeira o despertavam, porém rapidamente ele se perdia novamente no que estava acontecendo.

Leon se aproximou e despertou John de vez de seu transe. Acompanhou-o até as escadas, envolvendo os braços nos de John. Ele agarrou-se no braço dela como se fosse a última esperança de se manter vivo e subiram juntos para o quarto.

Para cada toque da madeira ele deixava escapar um problema de sua mente. Talvez a poção estava lhe causando sonolência, ou realmente ele precisava apenas liberar tudo que estava dentro de si. Um novo toque da madeira e ele se viu subindo os degraus da escada. Decidiu terminar seus pensamentos dentro do quarto, quando estivesse confortável.

Quarto Número 2:
John C. H. Linsenbröder
Leon Q'B. Linsenbröder


I fell like I'm walking a tightrope
John C. H. Linsenbröder
avatar
Cargo : Estudante


Varinha : Choupo, Fibra de Coração de Dragão, 33 cm, Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Laís Loremarie H. Schulz em Qui 21 Maio 2015, 23:10



Anni e eu fomos conversando até o lugar onde passaríamos o resto da noite. Ele era muito legal e eu sabia que poderia contar com ele por todo o resto da viagem. Volta e meia eu bocejava, estava bem cansada, mas não dormiria até que o ruivo pegasse no sono. Anni disse que o nome do lugar era engraçado, Porco Voador. - Será que tem porcos voando por lá, Anni? - Ri, enquanto continuava a andar. Entramos na recepção, que ficou um pouquinho apertada pelo monte de alunos que estavam lá. Me espremi em um cantinho, com a mão no bolso, me assegurando de que Bidú não sairia de lá. O ruivo acabou me convidando para dividir o quarto com ele. Sorri, balançando a cabeça, dizendo que sim - Não precisa dizer que dormiremos em camas separadas, seu bobo, eu sei que você não faria nada comigo. - Dei um soquinho em seu ombro e sorri. - Eu e Bidú vamos adorar passar a noite com você, Anni. Podemos fazer tantas coisas. - E me calei, enquanto ele foi pedir o quarto. Quando voltou, segurei em seu braço e sorri - Vamos, Anni? - O convidei para nos retirarmos. - Só eu que achei que o atendente tinha nariz de porquinho?
Laís Loremarie H. Schulz
avatar
Cargo : Vigiar o Bidú


Varinha : Faia, Pena de Hipogrifo, 27 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Ariel Griffonwood em Sex 22 Maio 2015, 00:31

Olhava atentamente as reações da prima, não era muito fora do que ele imaginava, a olhou nos olhos tinha certeza que ela sabia de algo, mas esperaria uma hora certa para perguntar, não sabia ao certo como reagir, Ariel tinha a expressão fria e cautelosa, seus olhos neutros, como se tivesse o controle de tudo, queria saber o que Marien estava planejando, ela prometeu que ficaria tudo bem e tentou fazer uma brincadeira, mas logo o puxou para o meio da multidão, ele já não estava entendendo mais nada, mas a acompanhava sem questionar ou perguntar qualquer coisa, acalmou sua respiração e observava todos a sua volta, sentiu um cheiro estranho de duas garotas junto a ruiva que estava com eles antes, mais um rapaz, cerrou os olhos e voltou o olhar para a prima.

[...]

Logo foram para a hospedagem, não reparou em nada, olhava fixamente para a mão da prima na sua, a curiosidade tomava conta de Ariel, ele tinha certeza que Marien estava escondendo algo dele, ouviu tudo o que os professores falaram com atenção e deu de ombros, sorriu quando ela escondeu o rosto no seu peito e beijou o topo da cabeça dela, a ouviu rir e sorriu um pouco mais, assentiu a pergunta dela.

Não vejo problema. —Respondeu e a esperou escolher o quarto e logo subiram para o quarto, Marien não esperou a ruiva dita como Lícia, logo o diretor apareceu e falou com Ariel sobre um tônico, olhou imediatamente para a prima e cerrando os olhos, assentiu para o diretor que logo se afastou e quando ia abrir a boca para perguntar, Marien já o puxava para o quarto.


Ariel Griffonwood
avatar
Cargo : Estudante


Varinha : Aveleira, Pena de Hipogrifo, 31 cm, Bastante Flexivel


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Elizabeth Gerhadt em Sex 22 Maio 2015, 01:03


Taron me respondeu sobre ter namorada e revirei os olhos, homens são bem lerdos e burros nessas situações, até o Mr. Gerhadt riu, dei um tapa de leve na testa dele para ver se ele acordava um pouco para a vida, ela com certeza deveria estar gostando dele também, suspirei quando me lembrei do que eu havia feito no jardim quando estava com Sif, balancei a cabeça levemente para desviar o pensamento, nem sempre funcionava, ás vezes me deixava bem tonta. Quando vi ele já tinha mordido o chocolate e peguei outro pedaço do mesmo, o pessoal parecia estar animado com o passeio, outros nem tanto, Taron me puxou para conhecer os amigos dele, caminhando em direção a aquele grupo que ficava olhando, fiquei nervosa no mesmo segundo.

N-Nã-Não precisa... —Eu disse gaguejando, aquilo estava ficando bem estranho e olha que a minha vida já é bem estranha, nos aproximamos do grupo e senti o meu coração parar, logo uma garota de cabelos negros se aproximou de mim e se apresentou como Coralyn, então era essa moça Cora!Sorri um pouco nervosa, deveria estar parecendo uma boba, respirei fundo e tomei coragem, dando um sorriso mais largo. —Oi, sou Elizabeth, mas me chame de Liza, Liz, Eliza, enfim, como quiser, é um prazer em te conhecer Cora. —Disse na mesma velocidade que a sonserina havia falado comigo. —Não me importo, acho que estou acostumada com pessoas falando rápido. —Ri e corei quando ela me apresentou para o resto, novamente é nessas  horas que você se “Borra”, Taron veio falar algo para Cora e revirei os olhos, era mais fácil eu assustar eles.

{...}

A ida até a hospedagem foi bem rápida, fiquei um pouco confusa, não sabia se eles iriam me deixar ficar com eles ou eu ficaria isolada num quarto qualquer, repirei fundo novamente e coloquei alguns fios do meu cabelo atrás da orelha, o local era meio macabro, o que o deixava bem curioso.

Lady Elizabeth, cuidado por onde pisa e também não vejo motivo para tanto nervosismo. —Dizia Mr. Gerhadt atrás de mim, assenti e tentei fazer o que ele pediu, mas era meio difícil, assim que uma garota pediu o quarto, vi que estava inclusa e suspirei de alivio, esperei os outros para subirmos. 
Elizabeth Gerhadt
avatar
Cargo : Estudante e... Só


Varinha : Espinheiro-alvo, Pelo de Unicórnio, 27 cm, Inflexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Alícia Adalberon em Sex 22 Maio 2015, 04:16


Thierry havia me perdoado e me senti mais aliviada, mas ainda sim envergonhada, mordi o meu lábio e sorri, puxei uma pelinha do meu lábio e olhei para Mia e a outra ruiva, eu tinha certeza do que elas eram, mas fiquei em silencio para não sair morta dessa, se bem que seria uma ótima desculpa pra usar a faca, ri da brincadeira do corvino e assenti.

Então vamos!—Disse batendo continência, me juntando ao garoto e as vampiras, ri novamente quando Thierry comentou sobre a minha habilidade e assenti. —Sim, sou Alícia, a raposa. —Comentei e suspirei. —Okay, mas por favor, não cantem aquela música do som da raposa. —Rio e reviro de leve, sempre faziam essa brincadeira sem graça, nas primeiras vezes era até engraçado, mas nas outras foi enjoando.

A conversa fluiu, Leon, Mia e Thierry eram uma ótima companhia, mas assim que entramos na hospedagem, cada um foi para um canto, se juntando com família, irmãos, enfim... As pessoas que iriam dividir o quarto, entrei na fila e vi um amasso, sai da mesma e peguei o bichinho no colo, acariciando suas orelhas e passando a mão pelo seu pelo macio.

UM AMASSO!—Gritei toda animada, não era o Cook, mas já era alguma coisa, olhei para o bichano, sorrindo igual retardada. —Você parece com o Cook, só que é fêmea, deuses!Como você é fofa, eu tenho um amasso, mas ele não veio... —Faço uma cara de tristeza por ter deixado o meu amasso na comunal, normalmente eu o levava para tudo quanto é canto comigo. —Qual é o seu nome amiguinha?—Pergunto e olho a coleira que ela usava. —NANNIE!—Gritei o nome dela e a apertei, mas logo ouvi um miado de um amasso e algo arranhando o meu braço, soltei Nannie e a deixei onde estava, me virei e vi Cook saindo da minha bolsa. —COOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOK!—Berrei o nome do meu amasso e o apertei num abraço, beijando o topo da cabeça dele e soltando um suspiro. —Ainda bem que bancou o esperto, estava com saudades. —Sorri e logo fui para a fila, mas vi Marien chacoalhando chaves e sorrindo para mim, logo vi que tinha um quarto e gente pra passar a noite comigo.

Sabia que os dois grifinos tinham coisas para conversar, principalmente com o rosto de Ariel, parecia que iria matar uma pessoa com o olhar, será que tinha acontecido algo?Deu um tempo e cansei de esperar, fui e subi as escadas para me juntar aos ruivos, junto a Cook que parecia bem animado também.
Alícia Adalberon
avatar
Cargo : Blogueira da Witch Express


Varinha : Freixo, Pelo de Acromântula, 26 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Dhakiya B. Siham em Sex 22 Maio 2015, 08:10


Já estavámos na pousada. Mia estava na fila com Thierry, Leon e a Animaga Alicia. Mia sabia que Alícia era  uma animaga, porém não sabia se Alícia sabia o seu segredinho e talvez pelo faro a mesma sabia, enfim.

Para minha infelicidade, Leon e Jonh iriam dividir o mesmo quarto e Mia ficava tensa, não sabia o que poderia acoontecer com os dois ali, Leon ainda não sabia controlar suas emoções e muito menos se controlar, Carrie e Klaus estava de olhos bem abertos em Ariel e tentando descobrir quem era a nova vampira. Mia ali observava os alunos ali na fila e ressava para que o quarto ao lado de Leon estivesse vago. - Por favor, as chaves do quarton 3! - As chaves vieram magicamente até minha mão, Mia observava Thierry, talvez o mesmo não estivesse alguém para dividir o quarto. - Quer dividir o quarto comigo Thierry? -, a mesma dizia sorrindo para o garoto que a observava. - Vou anotar nosso nome aqui, qualquer coisa você muda de quarto - A Loira sorria para Thierry que ainda continuava ali na fila atrás de Mia.

Observava o menino Ariel. Um belo jovem, seus cabelos ruivos encatavam Mia, que sorriu logo que o encontrou. Mia observou os outros ali presente novamente e foi a caminho de seu quarto parando em uma distância boa de Thierry e novamente dizendo. - Se quiser ir subindo pro quarto pode ir... Irei mais tarde Thierry.! - Dizia Mia rindo e indo em direção a uma porta que de fato era a cozinha.

Quarto Número Três:
Mia Kulack Cahi
Thierry Blankenburg


Dhakiya B. Siham
avatar
Varinha : Aveleira, Pena de Fênix, 32 cm, Pouco Flexível


CONTRABANDISTAS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Hellioth Dall'Agnol em Sex 22 Maio 2015, 09:07

be careful, not everything


Finalmente um lugar para descansar e que poderíamos ter mais privacidade. Como o homem que estava atrás do balcão poderia estranhar Dimitri escrever em um caderno para se comunicar, resolvi pegar a chave. Olhei para o velho e disse:

-Quarto número 5, por favor.

A voz do professor Klaus soava ao fundo enquanto eu me aproximava de Dimi novamente. Sacudi a pequena chave para ele com um sorriso ao fundo e dei uma risada. Olhei para o caderno que estava quase na metade e o lápis que havia sido apontado várias vezes. Me peguei perguntando:

-Não se importa se dividirmos um quarto? Não vejo alguém melhor para ficar.

As pessoas conversavam a nossa volta, riam, subiam. Logo me peguei rindo de novo para Dimitri, que mantinha os olhos em mim. Logo falei para ele, encostando levemente no seu braço:

-Acho que deveria rir um pouco mais. Bom, está pronto para subir? Estou precisando sentar um pouco.

Peguei na mão dele e o arrastei em direção aos quartos. A mão quente dele fazia cócegas nas minhas. Uma sensação boa percorria todo meu braço com aquele simples toque, me deixando mais feliz. "Lembre-se de viver o momento, e esquecer do passado. Talvez você não tenha um futuro." Minha mente repetia essas frases constantemente, e então subimos as escadas juntos.
tag: trip » notes: inn » words: a lot
is what it looks like...
thanks

Quarto número 5:
Hellioth Dall'Agnol
Dimitri Lorenzo Bynum
Hellioth Dall'Agnol
avatar
Cargo : Estudante


Varinha : Teixo, Fio de Rabo de Quimera, 29 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Dimitri Lorenzo Bynum em Sex 22 Maio 2015, 09:32



Caderno:
 
Ficarei feliz em tê-lo como companhia... Só espero que essa noite seja agradável...

Preciso descansar já que amanhã o dia vai ser longo.
Dimitri Lorenzo Bynum
avatar
Cargo : Estudante


Varinha : Amieiro, Pena de Fênix, 29 cm, Inflexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Ádamo Malkovich C. Grhal em Sex 22 Maio 2015, 10:07


❝ Why'd you have to wait? ------ ❞

O Passeio pela cidade dos vampiros estavam tão legal, nossa, tão legal que eu não parava de bocejar a todo instante. A maior parte do passeio pela praça eu andava com a varinha em mãos, pois nunca se sabe quando um vampiro aparecerá, não? Por estar ficando mais tarde, a temperatura não parava de cair sobre o local, alguns flocos de neve eram bastante visíveis cair sobre nossas cabeças.  A luva que estava usando não estava fazendo efeito nenhum em minhas mãos. Lucas e Alexis chegaram próximo a nós. De uns tempos para cá minha aproximação com a ex-monitora da corvinal estava se tornando cada vez melhor, tudo isso iniciou quando fiquei na ala hospitalar há dois anos atrás e ela mesma acabou curando meus ferimentos, aquele gesto achei tão amoroso que desde então não conseguia ser arrogante com a mesma. – Prima! – Falei. – Estava te procurando, cheguei a pensar que você não viria, pois não é do seu feito aparecer nesses passeios patéticos – Bradei e olhei para todos que estavam na nossa rodinha. – Oi Lucas, como você está? – Não dei muita importância para o que o irmão gêmeo da Alexis respondera, pois a fome que estava sentindo era imensurável e lembrando que quando estou com fome, me torno um pouco rude com as pessoas, não é que eu queira, isso apenas acontece involuntariamente, quando menos percebo já estou dando patada em todos.

De Surpresa fui abraçado por trás por alguém que ainda não sabia quem era, me sacudir e vire-me. – Mia! Pensei que não iria vir falar comigo, não tudo bem, depois conversamos, sobre aquele assunto lá. – Falei e despedi-me da garota. Ficamos a maior parte do passeio zanzando próximo a árvore da história contada pela professora Carrie, não vi ninguém colocar um gota se quer de sangue nela, o que me deixara um pouco triste, pois definitivamente gostaria de conhecer/ouvir a voz da Isoide. Minhas pernas já estava ficando bastante casadas, estava quase me transformando em um cão e pedir para Jinx me segurar no colo, mas isso seria bastante estranho se acontecesse, se bem que – Mana, acho que vou me transformar em beagle, você me carregaria no colo? Estou cansadinho! – Falei e fiz um biquinho de manha no final da frase. Jinx por sua vez disse que estava na mesma e que não gostaria de me carregar. – Aaaa - Bufei - ok. Tudo bem, vou lembrar eternamente disso haha - Alef estava tão aéreo que não consegui distinguir o que ele estava pensando, provavelmente estava olhando os novinhos no Grhal. – O que você está olhando? Procurando alguém especial? - Falei enquanto caminhávamos para outros cantos da praça juntamente com Alexis e Lucas. Os dois conversavam bastante entre si. Eles eram bastante apegados um ao outro, a relação deles eram bem parecidas com a minha com o Alef e a Jinx. E por incrível que pareça eles também tinham uma Blake da vida, porém com o nome de Luke.

O céu estava ficando cada vez mais escuro, olhei em meu relógio de pulso que ostentava e notei que já estava tarde, meus instinto de monitor ainda existia dentro de mim. – Acho que já está ficando tarde – Assim que terminei de proferir, uma voz clara e forte soou pela praça, era o Klaus, o professorzinho organizador. Ele nos dissera, iremos para a Hospedaria e que não devemos nos preocupar, pois ninguém irá puxar nossos pés de madrugada e lá teremos a chance de conversar e descansar um pouco, porque o dia de manhã será longo. Por fim ele chama Lucas para ajudá-lo na organização da hospedagem, meu primo pede para que eu colocasse o nome dele no quarto, pois queria ficar perto da sua irmã Alexis, já que a mesma decidiu ficar junto conosco.  Ainda aguardado todos os alunos se juntarem e irem em direção a pousada do porco, ficamos parados perto o portão de entrada. – Hem, entre nós aqui... O que vocês acham de sairmos a noite e aprontar alguma coisa? – Fiz uma pausa e continuei – Eu trouxe algumas dentadura de vampiros, e não é muito difícil conseguir uma capa preta com golas altas, já que todos estamos no sexto ano – Falei ao segurar a varinha e sacudi-la na frente de todos.

A maioria dos alunos já tinham reservado os quartos, acho que nosso grupinho definitivamente seria os últimos. – Vamos acho que é nossa vez. Só confirmando. Um quarto com Cinco camas, certo?  -  Falei olhando para Jinx, Alef, Alexis e Lucas que já tinha ajudado os demais alunos na organização e escolha do quartos com o diretor Klaus e os demais docente. Subi alguns degraus e dei logo de cara com o gordinho com nariz de porco – hahaha –gargalhei, olhei pros amigos e vejo eles querendo ri junto comigo, mas se seguraram. – Então Quero um quarto com cinco camas de solteiro, ou pode ser duas de casal e uma de solteiro, ou uma de casal e três de solteiro, a seilá. Quero o mais espaçoso porque somos em cinco, e também quero saber se já foi servido o jantar, pois todos aqui estão morrendo de fome. Se não tem jantar ou se já foi servido, peço que leve muita comida para nosso quarto. – Bradei para o carinha com nariz de porco.  – Caso a escola não pague o serviço de quarto, minha mãe está aqui, e creio que ela não se importará com isso – Falei há todos que estavam próximo a mim. O Moço diz que o quarto de número doze seria perfeito para nós, e então ele pede para que um funcionário da hospedaria nos levar até o nosso dormitório. E então os seguimos sem pressa. Chegando a porta anunciei o numero em que estávamos e entramos.
Quarto Doze:
Adamo, Alef, Jinx Grhal e Alexis e Lucas Collin


Ádamo Malkovich C. Grhal
avatar
Cargo : OBLIVIADOR


Varinha : Choupo, Fibra de Coração de Dragão, 32 cm, Pouco Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Mabelle Du Weldenvarden em Sex 22 Maio 2015, 10:28


A
pós as danças malucas, um encontro divertido e tudo mais, os professores nos levaram para uma pousada. O nome do local era bem engraçado e sua estrutura não parecia muito ruim. Franzi o cenho, pendi a cabeça para o lado e respirei fundo. Dez pessoas. Dez malucos. Não conseguiríamos dormir todos no mesmo quarto, então infelizmente haveria uma divisão entre o grupão do poder. A amiga de Taron era muito legal, parecia ser divertida, mas estava um pouco acanhada. Frankie foi a primeira a pedir o quarto, então faltava eu escolher o outro. Cora, Taron, Elizabeth, Frankie e Georgina estavam num quarto. Seria bom tentar pegar o quarto ao lado, porém, os alunos estavam tão animados e loucos que eu não sabia para onde ir ou olhar. Levantei as mãos, correndo até o balcão. Olhei para o crachá do homem, pendi a cabeça para o lado e sorri.
Olá, senhor Huxley. Quero o quarto 9, por favor, se ainda estiver vago. — esperei o homem engraçado responder quando, de repente, sinto uma cabeça batendo em minha perna e olho para baixo. — Ai que gracinha um bode. UM BODE?! Que isso? Por que tem um bode aqui? — arregalei os olhos, peguei a chave do quarto e inclinei a cabeça para trás. Por que raios tinha um bode ali? Dei alguns passos para longe do bicho, tocando uma das mãos lentamente na parede para me apoiar. Eu tinha me esquecido de agradecer o homem com cara de porco, então levantei a mão direita e acenei. — Valeu, Porcão! — olhei para os lados, puxei Knox pela blusa e respirei fundo. — O nosso quarto é o oito, entendeu? O-I-T-O. Não, calma, é o nove. NOVE. Até daqui a pouco. — deixei uma risada escapar e subi as escadas.

QUARTO NOVE:

Mabelle Du Weldenvarden, Arânia M. Hoffen White, Knox G. Adler Bouguereau, Rachel E. Du Weldenvarden, Giulia Beatrix Bouguereau.

TITULO OU FRASE
®
Mabelle Du Weldenvarden
avatar
Varinha : Nogueira-negra, fibra de coração de dragão, 29 cm, rígida.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Pierre Veng. D'Laville em Sex 22 Maio 2015, 10:47





Uma coisa que na qual tenho certeza é de quando eu quero uma coisa eu vou até o fim. Podem me chamar de teimoso, do que for, mais eu me definiria como determinado. Não descanso enquanto não conseguir. Pode ser que a vontade diminua, mais eu não deixo de querer. Sou determinado a ir em busca dos meus objetivos, a conseguir minhas conquistas, a sonhar e a buscar meus sonhos sempre. Sou mimado desde pequeno, o que eu queria, eu tinha. Dei com a cara na parede muitas vezes por causa dessa minha mania de achar que vou conseguir tudo sempre, mais eu não desisto, a vida é assim ué. Uma coisa que aprecio muito é o gostinho da vitória, da conquista, não tem igual. Mas também, aquela corrida contra o tempo e contra todos pra alcançar meus sonhos por mais impossíveis que sejam é o que me faz sempre correr atrás e sonhar de novo. O passeio estava tri legal, uma aluna colocou uma gota de sangue na árvore e consegui ouvir algo sair de dentro dela, não consegui distinguir muito bem o que ouvira, mas sai resolvi sair de perto, e conhecer outros ligares da praça.

Estava ficando cada vez mais frio, joguei novamente o capuz sobre a cabeça, esfreguei as mãos e por fim cruzei os braços, de longe ouvir o professor Klaus dizer que deveríamos ir para a hospedaria, pois já estava tarde e não é muito seguro ficar zanzando pela praça dos vampiros na calada da noite, porém seria bastante interessante. Conseguia enxergar fumaça saindo de minha boca enquanto assoprava. Olhei para os lados e vi que ainda estava sozinho não consegui fazer nenhuma amizade no passeio, então de ali em diante ficaria o passeio inteiro sozinho. – Olá, Senhor... – Pausei. - Gosta- Gos...taria de me hospedar no quarto de número quatro. Se estiver livre é claro – o Nariz do recepcionista era muito estranho, me segurei para não rir na frente dele. Ele disse que o quarto está e livre e me entrega a chave logo em seguida. Caminhei pelo corredor e encontrei logo de cara o quarto que tinha alugado para passar a noite. – Pierre e só Pierre – Falei ao colocar a chave na porta e abri-la.

By: Choi
Pierre Veng. D'Laville
avatar
Cargo : Terceiranista de Hogwarts


Varinha : Videira, 29 cm, Inflexível, Corda de Coração de Dragão.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Rachel E. Du Weldenvarden em Sex 22 Maio 2015, 10:57



Estava dançando e já havia me esquecido do Mr. Rabugendo, mas como nem tudo são flores, ele voltou e advinha???? Se desculpando! Que fofo. Não, não é fofo. É super, mega, power estranho. - Se eu disser que entendo, estarei mentindo. Mas tudo bem. – Também estendi minha mão e o cumprimentei. - Você não me pediu, mas vou aconselhar. Nem todos são quietinhos como você. Não é porque a pessoa é extrovertida, que precisa de atenção. Não sou animada desse jeito para chamar a atenção alheia, faço porque é da minha natureza. – Mordisquei os lábios e os entortei. - Não deveria ter implicado, já que percebi seu jeitinho quieto, mas sou assim. Processe-me. – Dei um soco de leve em seu ombro. - Vamos começar do zero, Johnjohn. – Não sabia onde isso daria certo, já que começamos brigando. Mas, como sempre tem aquele, mas, claro, não podia deixar de tentar. Tirei Xania de meus ombros e a segurei com cuidado, sua dona logo estaria de volta. Sorri mais uma vez para John e suspirei. - Amanhã nos esbarramos. – Juntei-me aos meus amigos e fiquei observando as decisões tomadas.

[...]

- Não vou ficar no mesmo quarto que o Tai?! – Dei vários pulinhos, rodopiei e bati palmas quando parei. – Graças aos deuses! – Exclamei muito feliz da minha vida, depois fiz uma expressão séria. – Ele ronca, vocês vão ver. – Fiz careta para Taron e fui para um canto. Coloquei a aranha que segurava na altura dos olhos e sorri para o pequeno animal. – Agora você é minha, sua mãe desnaturada nunca mais vai te ver e você nunca mais será abandonada. – Encostei na parece e fiquei observando enquanto Mabelle foi até o balcão para pegar as chaves do nosso quarto. Knox, Giulia, Mabelle, Arânia e eu, juntos em um quarto. Eu e várias pessoas que não conhecia, exceto minha prima Mabelle. Respirei fundo e me junte a eles. – Vamos subir ou não? Já estou ficando com sono. – Cerrei os olhos para Taron e o adverti. – Vê se não faz besteira, seu quarto é do lado do nosso. Quero dormir, desnaturado. isso serve pra você também, cópia mais nova do Henry. - Direcionei meus olhos para Knox, mas depois sorri.


Rachel E. Du Weldenvarden
avatar
Varinha : Nogueira-negra, Fio de Cabelo de Veela, 29 cm, Inflexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Arânia M. Hoffen White em Sex 22 Maio 2015, 12:34




The itsy bitsy spider went up the water spout.


Arânia estava novamente animada, correndo em direção à pousada do porco. Não conseguia entender o motivo do nome, mas ele a fazia dar boas risadas. A garota observou os arabescos na entrada, depois a grande porta e, por fim, o salão onde os alunos e professores estavam sendo recepcionados. Ela olhou para os lados a procura de Rachel e Giulia, mas não achou as loiras. Fiz um grande bico com os lábios, se aproximou do bode que encontrou e se sentou no chão.
Poxa, seu bode, levaram minha Xania. Eu não dei a Xania, nem a Xavasca, só quis apresentar meus novos amigos para elas. — respirou fundo, colocou o bode em seu colo, que provavelmente era um filhote, e acariciou o animal. — Vou te chamar de Béeer. Oi Béerr. — gargalhou e avistou Mabelle. Levantou-se rapidamente, puxou a blusa da menina e correu atrás dela. Arânia não sabia em que quarto ficaria, mas provavelmente Mabelle conseguiria dar uma direção para a menina. Colocou uma das mãos nos ombros de Belle e subiu as escadarias ao lado da garota.



valeu @ carol!

Arânia M. Hoffen White
avatar
Varinha : Mogno, fibra de coração de dragão, 38 cm, rígida.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Jinx M. Cancheski Grhal em Sex 22 Maio 2015, 12:55



EXCURSÃO

CIDADE DOS VAMPIROS




Lucas responde a minha pergunta com um sorriso em seu rosto antes de esticar sua mão para bagunçar meu cabelo. Abro um sorriso de lado, era comum as pessoas bagunçarem minha cabeça já que não era muito dificil de fazê-lo devido a minha baixa estatura.
- Bom, não foi muito legal. Teria sido ótimo se o motivo da minha ausência não tivesse sido por doença. Mas agora já estou bem, pronta para partir pra luta. - Ergo então meu braço direito e faço um muque. 
Então começamos a nos movimentar um pouco. Nós cinco andamos pela praça, mais precisamente ao redor da árvore da história de Carrie, mas nenhum de nós fez qualquer movimento para tentar ver e ouvir Isolde. 
- Você acha que eu, que acabou de passar por uma doença quase terminal, iria te carregar? Não nem aguentando a mim mesma, imagina com um cachorro no colo. - Respondo quando Ádamo pede para carregá-lo em sua forma animaga.
Olho então para os meus pés e novamente minha mente começa a pensar em assuntos aleatórios. Havia mudado um pouco nesse tempo que estive fora de sintonia, quer dizer, agora eu fico mais perdida em meus próprios pensamentos. Bem lá no fundo escuto os outros conversarem, mas não não presto muito atenção no que estavam falando.
Estava tão imersa que me sobressaltei ao ouvir a voz grossa de Klaus, informando que iriamos a uma hospedaria agora. Solto um suspiro aliviado. Se era uma hospedaria, com certeza terá comida.
Ao chegarmos no local, ficamos um tempo esperando em frente ao portão. Foi então que Ádamo dá a ideia de aprontarmos alguma coisa. Olho para ele e abro um sorriso de lado. Podia ter mudado um pouco, mas meu lado travesso permanecia intacto.
- Eu aprovo a ideia. Seria ótimo botar meu corpo para trabalhar, e nada melhor do que um pouco de adrenalina. - Digo e solto uma gargalhada.

Em um acordo geral do grupo, deixamos que Ádamo cuidasse de arrumar o melhor quarto para nós cinco e assim ficamos com o quarto numero 12. Não sabia o que a noite nos aguardava, só sabia que com certeza não conseguiria pregar o olho nessa noite.

CODED BY: IG & SA
Jinx M. Cancheski Grhal
avatar
Cargo : Regulamentação de Criaturas Mágicas XXXXX


Varinha : Faia, Pelo de Unicórnio, 26 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Alexis Collin Störmberg em Sex 22 Maio 2015, 13:40




Tínhamos nos juntado a Ádamo, Jinx e Alef, era melhor do que ficarmos sozinhos, ainda mais por que Adele não quis vir conosco para essa viagem, ainda a questionaria sobre o motivo que a fizeram desistir em cima da hora, pelo visto se quer tinha embarcado na carruagem, seria interessante tê-la ali, assim como Lizzie, mas essa última eu sabia os motivos e a entendia claramente. — Vamos lá, eu quero comer alguma coisa. — Alisei a barriga enquanto víamos algumas pessoa a nossa volta, sinceramente eu não estava nenhum pouco afim de ficar lá fora no frio, mesmo com todo aquele lance de água e esses blablablás típicos, preferia ficar aquecida um pouquinho. — Só vou sair se for pra beber algo quente, quase todo mundo aqui tem 17 anos né? — Perguntei quase retoricamente enquanto ouvia Ádamo falar sobre dentes de vampiro, sério mesmo que ele iria tentar assustar alguém?

Sentei em um dos sofás fedidos da recepção enquanto Jinx parecia animada perto de Ádamo, Alef não falou muito, ele parecia mesmo o contrário de Ádamo e sua falação desenfreada, Lucas pelo seu modo de se portar sentou-se ao meu lado e se manteve quieto, ele nunca foi de falar muito mesmo. — Está animado com a viagem? — Perguntei chamando a sua atenção, ele parecia um pouco perdido, talvez fosse o frio. Esfreguei minhas mãos umas nas outras, eu estava sem luvas, um erro terrível, me levantei devagar, caminhei para perto de Jinx e toquei meu pescoço quente com minha mão fria, o susto dela foi a melhor parte e eu, ah! Claro que eu ri da cena, eu e a maioria das pessoas que estavam ali.

Entre nossas risadas pude ouvir Ádamo totalmente sem tato para pedir um quarto, quis ir lá ajudá-lo, mas realmente deixei que ele se virasse, Lillian estava não muito longe, com certeza ela iria ajudar se preciso, quando ele se virou mostrando a chave eu ergui os braços, dava tudo por uma cama. — SÓ DIVIDO A CAMA COM A JINX! — Gritei para que os outros quatro, e provavelmente todo mundo da recepção escutasse. Passei o braço pelo de Jinx e saímos caminhando rumo ao quarto, tenho Ádamo a nossa frente e Lucas com Alef atrás.



Alexis Collin Störmberg
avatar
Cargo : Clinico Plantonista no St. Mungos + Domadora do Curtis


Varinha : Azevinho, Pena de Fênix, 30 cm - maleável, boa para feitiços curativos


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Fairuza Alatürk Gündoğdu em Sex 22 Maio 2015, 13:44

Ao auge da madrugada não havia mais o que se explorar em uma mera praça. O cansaço havia vencido não somente os alunos, mas também os professores. Fomos encaminhados até uma pousada. O grande portão negro dava passagem para o hotel mais conhecido como "Pousada do porco" um nome bastante estranho. Nós alunos fomos encaminhados até a recepção, tudo devidamente monitorado pelos professores e monitores. Realmente estavam fazendo de tudo para que os alunos ficassem bem, até o momento. A recepção, apesar de velha, era muito melhor do que a aparência da cidade. Haviam muitos pergaminhos e penas e vários quadros mágicos. Olhava-os atenta, me perguntando quem seriam todos aqueles homens e mulheres. 

Ao centro, existia um quadro maior. A pintura era escura e a imagem do homem com o rosto deformado era bastante sombria. Transmitia uma angústia e um certo mistério. Olhei atentamente para o quadro encantado, que em seus movimentos, acabou olhando diretamente em meus olhos. Um cala frio tomou conta de meu corpo, franzi o cenho, disfarçando e olhando para o atendente. Os alunos desesperadamente começaram a pedir os quartos. Eu não tinha pressa e precisaria apenas de um quarto simples, para uma única pessoa. Me aproximei do balcão e gentilmente eu sorri: -- Boa noite, senhor Huxley. Gostaria de um quarto. -- Levei a mão ao queixo, fazendo um olhar pensativo. -- Acho que o número onze será ótimo. -- Ao término da fala, peguei a chave, balancei a cabeça me despedindo e me retirei.
Fairuza Alatürk Gündoğdu
avatar
Cargo : Sem emprego no momento


Varinha : Faia , Pena de Hipogrifo , 32 cm, Inflexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recepção

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum