Parceiros e Afiliados
RPGs Parceiros
Afiliados em Geral

Hear me roar ♡

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Hear me roar ♡

Mensagem por Lilly M. Cancheski Grhal em Seg 06 Jul 2015, 00:07



Ouça-me rugir!


Lady Cancheski Grhal


Prazer, Lillian Luna Shells Vondervoort Malkovich Cancheski Grhal, sim é um nome grande pra cacete, mas decora o Lilly e a gente fica de boa. Eu nasci em Bistrol em 09/11/1997, junto com a minha irmã gêmea Jullie, que Merlin a tenha, eu ainda tenho um meio irmão, Zacky. Minha mãe é Marianne Vondevoort Malkovich e meu pai é William van Black Syddle Bolter, mas fui registrada como filha de Edgar Shells Cancheski.

Fui criada por muito tempo no Castelo Malkovich, na Inglaterra, com o a família de minha avó Olga, mãe de Marianne, passei uma parte da vida com os Cancheski, mas foi bem pouco, já que eles e Marianne não se davam bem, o que levou que eu os visse mais nas férias. Após a morte de Edgar, e minha mãe sumir no mundo, minha avó Olga achou prudente que eu fosse morar com ela e seu novo marido -  e meu padrinho - Frederick Vondervoort, padrasto de minha mãe e que a assumiu como sua filha.

Frederick cuidou de mim como um pai com uma filha, não só de mim, como se Jullie e de Zacky também. Quando tive idade o suficiente minha avó me instruiu a animagia, da qual consegui dominar com maestria aos 13 anos. Sobre meu estudos mágicos frequentei a escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, fui da Sonserina e acredite quando digo que fui de tudo, desde uma simples aluna, artilheira e batedora do time de quadribol, monitora, monitora chefe, até mesmo diretora, cargo que ocupo hoje. Falando em Hogwarts, dou aula de Criaturas Perigosas, mas já dei aula de História da Magia e Mitologia, sim, eu comecei a lecionar com 18 anos, então é ... São muitos anos dedicados a Hogwarts. Sou formada em Trato de Criaturas Mágicas, com especialização em Criaturas Perigosas.

Perdi muitos amigos na guerra e quase me perdi também, na verdade posso dizer que me encontrei na verdade, já que é como dizem, só damos valor quando perdemos ou quase, achar que os tinha perdido me fez pensar duas vezes sobre como agir para que não acontecesse. Morôni, Sookie, Lola, Luch, Juliana, Gabi, Joe, Fernanda e Brandon estão entre os meus amigos que sobreviveram e me acompanharam até aqui, os poucos que não perdi, além de uma pessoa especial, minha terceira mãe, Elizabeth. Mas claro, eu não poderia esquecê-lo, o amor da minha vida, Joseph Ghral.

Quem imaginou que eu ia me casar com o nerd da turma? Pera! Quem imaginou que eu ia me casar? Pois é, como as coisas mudam e WOW! Como ele mudou, todos nós mudamos na verdade. Quando se perde muita gente se da valor nos poucos que sobram e cada um deles é especial pra mim, quando Joseph foi embora foi como se um pedaço de mim fosse, naquela época eu não entendi muito bem, achava que era apenas a forte amizade que eu tinha com ele, já que a more de Matthew tbm me afetou demasiadamente. Ao reencontrá-lo na guerra eu percebi uma coisa, eu não seria Lillian Cancheski sem Joseph Ghral.

Não posso dizer que ele foi presente o tempo todo, mas o tempo que esteve conosco sempre foi o melhor, o importante é que ele voltou. Aprendi muitas coisas com meu marido, direta e indiretamente, uma delas foi como trocar a fralda de 3 bebês ao mesmo tempo, não que ele tenha me ensinado, mas na falta dele eu tive que aprender sozinha. Ele me deu três filhos magníficos, Blake Sookie, Jinx Lola e Ádamo Luch, sim meus filhos tem nomes de meus amigos. Outras duas crianças especiais ainda entraram em nossas vidas, Astrid Sif e Bragi Rufo, tudo bem que eles não são nossos filhos biológicos, mas isso não nos faz amá-los menos, sou mãe deles, os ensinei a serem crianças de bem e bom ... Me orgulho de cada um deles.

Isso é só um resumão sobre minha história, quem sabe um dia eu volte e conte tudo. Claro que voltarei, mas não agora. Aos poucos você entra na minha mente e fica sabendo como cheguei até aqui.

Lilly M. Cancheski Grhal
avatar
Cargo : Defensor Público do Ministério da Magia


Varinha : Aveleira, Pena de Fênix, 32 cm, Pouco Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hear me roar ♡

Mensagem por Lilly M. Cancheski Grhal em Seg 06 Jul 2015, 14:18



Together? Together!


You & I


O feitiço da morte atravessou o corpo de Frederick, os meus olhos se arregalaram e as lágrimas se mostraram presentes, vínhamos lutando lado a lado por vários dias contra Saphira, meu padrinho não abaixou a varinha uma só vez para me proteger, nos proteger. — Brandon, corre! — Bradei pro meu primo dois anos mais novo que estava machucado atrás de mim, mas ele ficou apenas olhando o comensal que se aproximava com a varinha erguida. — BRANDON EU MANDEI VOCÊ CORRER! — Ele estava estático e não iria sair dali de forma nenhuma, mas a minha varinha continuava erguida em direção ao comensal que havia parado, mas não abaixado a varinha.

— Bombarda! — Gritei apontando para o chão, ele explodiu em partes mais levantando as pedras do que ajudando em algo. — Imperio! Brandon você vai correr, correr muito, vai achar os outros, não vai olhar pra trás e nem voltar pra me ajudar. — Falei de força rápida, o feitiço acertou o peito do ex-ravino e ele não cogitou nenhuma vez em sair correndo, enquanto o comensal já poderia ver onde eu estava, ele não tirou a máscara em nenhum momento, ficou apenas me olhando lá em pé, com o braço machucado e agora sozinha.

Respirei fundo procurando ajuda em volta, mas realmente minhas opções eram praticamente nulas, não havia ninguém além de mim, já que Frederick havia sido atingido pela maldição da morte e Brandon estava sobre efeito da maldição Imperio. — Depois de matar a sua irmã, é a sua vez. — Ele disse com uma voz rouca, porém alta o suficiente para que eu escutasse, ele tinha matado Jullie e aquilo fez meu rosto ficar rubro. — Acredita que ela até implorou por misericórdia? Patética, como todos vocês Vondervoorts são, eu cacei cada um de vocês, e quando eu terminar com você vou atrás daquele garoto fujão e da ruiva. — Eu sabia que falava de Fernanda. Ele soltou uma gargalhada abafada por sua máscara, então a arrancou e eu arregalei os olhos, era um antigo conhecido da minha mãe. — E aí sim, vocês estarão extintos, como ela sempre quis. — Ele ainda falava de minha progenitora.

Os lampejos de minha varinha batiam contra a da dele, mas todas as vezes parecia inútil, meus feitiços não pareciam fortes e eu estava com o ombro machucado para virar um tigre, o seu sorriso amarelo me dava mais raiva. Aquele homem tinha matado minha família, eles eram grandes bruxos, todos eles, e agora estavam mortos, só sobrara Brandon, Fernanda e eu, poderia não existir mais nenhum depois daquilo, eu sabia que ele iria atrás dos dois se passasse por mim. — Você não vai encontrar Fernanda e o Brandon, pois eu vou matar você. — Ele ponderou com a varinha tendo um sorriso debochado no rosto.

— Sabe Lilliana ... — Eu odiava ser chamada de Lilliana, minha mãe me chamava assim quando estava prestes a me bater ou coisa do tipo, assim como chamava Jullie de Julietta. — Agora eu sei o motivo dela te odiar tanto, você fala demais e mata de menos, ela precisava de uma assassina e deu a luz a duas incapazes. — Ele continuou com a varinha apontada pra mim mesmo olhando para um lado e para o outro, Jullie era muito habilidosa com feitiços de defesa, mas era incapaz de conjurar a maldição da morte, na verdade ela era boa demais em algumas coisas para isso. — Vamos acabar com isso logo, Avada ... — Eu ergui a varinha para tentar algo que salvasse a minha vida, mas antes dele consegui dizer algo seu corpo foi jogado com força pra trás, não me lembrava de um feitiço não verbal que fizesse isso, então girei o corpo na direção quando senti um vento nas minhas costas.

Eu poderia passar eras sem ver o rosto de Joseph, mas não o esqueceria jamais, o bruxo estava se quer com a varinha erguida. — Joseph ... — Murmurei voltando a olhar pro bruxo que tentava se levantar. — Fique aí atrás, ele pode machucar você. — Pedi ao ravino enquanto endireitava meu corpo, eu poderia acabar com o comensal, na verdade já estava pronta para conjurar alguma coisa, mas ele entrou entre eu e o comensal, dessa vez com a sua varinha erguida e pronto pra me proteger. — Você já lutou demais, fica atrás de mim, eu vou proteger você garotinha. — Ele sorriu antes de avançar contra o comensal.

Ele era um tanto melhor que eu em feitiços, dei dois passos atrás, antes de me abaixar devagar e sentir o meu corpo doer, na verdade cada pedaço do meu ser estava dolorido de alguma forma, tanto que fui obrigada a deitar e olhar o céu da ruína que Hogwarts tinha se tornado, o céu estava escuro e a chuva começava a cair, fechei os olhos devagar, não conseguia dormir, mas pareceu melhorar enquanto as gotas caíam sobre meu rosto. — Lillian? — A voz de Joseph estava bem perto, abri os olhos devagar, ele estava todo molhado, mas não era o único, eu também estava. — Você está bem? — Balancei a cabeça de forma negativa enquanto tentava me levantar com a ajuda dele, meu ombro ainda estava dolorido, o peso do corpo parecia pior do que antes, eu estava com fome e cansada, muito cansada. — Você está aqui, de verdade. — Falei de forma pausada passando o braço em volta do pescoço dele o abraçando com força, pelo menos pra mim.

Não importava se meus braços doíam, eu tinha que sentir que aquilo era real, e eu não estava acordando mais uma vez sonhando que ele estava de volta. — É claro que estou. — Ele falou passando o braço pela minha cintura, mas não apertando muito, com certeza sabia que as dores que eu sentia eram muitas. — Promete que não vai embora de novo? — Dessa vez eu olhei nos olhos dele para ter certeza de que ele estava falando a verdade e não mentindo pra mim, como da última vez que o vi e ele simplesmente foi embora. — Prometo. — Toquei minha testa na dele, preferi acreditar que Joseph não estava mentindo pra mim, ele só tinha feito isso uma única vez. — Vamos, os outros estão nos esperando. — Ele pediu ao se separar de mim, os outros ... Esperava que estivesse bem.

♥ maya
Lilly M. Cancheski Grhal
avatar
Cargo : Defensor Público do Ministério da Magia


Varinha : Aveleira, Pena de Fênix, 32 cm, Pouco Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hear me roar ♡

Mensagem por Lilly M. Cancheski Grhal em Sex 28 Ago 2015, 11:52



Para Ádamo e Isabelle

Que o amor vença


Oh minhas crianças, a que dia chegamos não é mesmo? Não imaginei estar casamento meu filho, meus filhos, tão cedo, Isa com certeza já é uma filha. Quando eu tinha a idade de vocês estava agarrada a esperanças que poderia não ter, mas vocês meus jovens tem um mundo todo que eu tenho orgulho de dizer que ajudei a construir.

Eu criei seis crianças incríveis e acredito que vocês farão um trabalho melhor ainda pois é como dizem, os filhos tendem a superar os pais. Vocês não sabem como essa união me faz feliz, como a felicidade emanada por vocês tem me mantido em pé depois de tudo que aconteceu, depois que meu mundo caiu vocês me estenderam as mãos com suas esperanças e um obrigado seria muito pouco para a gratidão que tenho para com ambos nesse momento.

Tem uma nova vida a caminho, uma criança que assim como vocês, nascerá em um mundo diferente do que seus antepassados conheceram, nascerá cercada de amor e prosperidade, vocês sabem como Joseph amaria saber dessa criança, e como riríamos ao pensar que aos quarenta e poucos já somos avós, ah! Meu querido Joseph, tentarei ensinar a ele uma parcela de tudo que você me ensinou.

Todas as palavras que eu falar para vocês de felicidade serão poucas minhas crianças, o mundo está lá fora e agora vocês não tem uma página por vez para construírem sozinhos, mas sim um livro para escreverem juntos, um novo mundo para construir e desbravar, acredito sim que vocês serão capazes disso e de muito mais, pois são grandes bruxos e pessoas e tem algo muito poderoso a seu favor, o amor e ele suporta até os momentos mais tortuosos.

Espero que tenham muitos mais anos de felicidade do que eu tive, que tenham tudo que sempre sonharam e que lembrem-se. Quando o medo aparecer, basta ascender uma luz, mas não qualquer luz queridos, a luz que emana dentro de cada um de vocês e que agora brilha como uma só.


♥ maya
Lilly M. Cancheski Grhal
avatar
Cargo : Defensor Público do Ministério da Magia


Varinha : Aveleira, Pena de Fênix, 32 cm, Pouco Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hear me roar ♡

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum